Conselho de Psicologia debate políticas pública da saúde

Conselheiros promoveram encontro na UNIGRAN para analisar a atuação dos psicólogos no mercado de trabalho regional, da saúde pública.
A atuação do psicólogo na saúde publica brasileira está sendo debatida pelos conselhos regionais. Com um documento que norteia bases e direcionamentos de trabalho, o Centro de Referência Técnica em Psicologia e Políticas Públicas (Crepop), está reunindo a categoria para apresentar os resultados de pesquisas nacionais em que o psicólogo atua, bem como discutir as áreas de atuação profissional. Em Dourados, os psicólogos se reuniram na manhã desta segunda-feira (14) na UNIGRAN. Conselheiros das unidades de saúde do município e do estado e representantes do Conselho Regional de Psicologia e do Crepop participaram desse encontro que debateu o maior acesso da população à psicologia. As atividades foram acompanhadas pela coordenadora de Psicologia da UNIGRAN, Aletéia Henklain Ferruzzi. O documento trabalhado no encontro trata do levantamento de uma pesquisa nacional, que analisou atuação dos psicólogos nos programas DST/Aids. Mário Rosa da Silva, técnico responsável do Crepop/ MS, disse que o documento tem como objetivo nortear o trabalho dos profissionais, e conhecer se as metodologias atendem as necessidades dos psicólogos. Dois outros documentos que também vão nortear as atividades da categoria, na Saúde do Trabalhador e no Centro de Referência de Assistência Social (Cras), estão em fase de conclusão e logo serão debatidos pelos Conselhos Regionais. Uma das iniciativas do Crepop está ainda identificar as novas áreas de atuação do psicólogo na saúde pública. Levar o serviço da psicologia ao maior número de pessoas é um trabalho sendo desenvolvido pelo Conselho de Psicologia, que luta para introduzir os psicólogos na atenção básica da saúde – as Estratégias de Saúde da Família (ESF’s). A conselheira Maria Helena Alves explica que o trabalho desenvolvido pelos psicólogos tem contribuído muito para a melDATA_HORA dos pacientes dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps). Esses centros são unidades de atendimento intensivo e diário aos portadores de sofrimento psíquico grave, constituindo uma alternativa ao modelo centrado no hospital psiquiátrico. Para ela, se o trabalho de atenção à saúde psicológica fosse desenvolvido na unidade básica, os pacientes estariam mais bem assistidos, podendo evitar consequências à saúde da população. O que falta, na sua análise, são políticas públicas para ampliar a atuação do psicólogo na saúde primária. De acordo com a coordenadora do ID_CURSO de Psicologia da UNIGRAN, Aletéia Henklain Ferruzzi, a proposta de acompanhar as atividades promovidas pelo Conselho, bem como de identificar na prática as necessidades para melDATA_HORAr a atuação do psicólogo, são iniciativas do ID_CURSO, no sentido de discutir políticas públicas em sala de aula e preparar os acadêmicos ao mercado de trabalho. (FV)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran