Major faz palestra sobre o Exército no ID_CURSO de jornalismo.

Major Queiroz destacou a importância do Exército nas linhas de fronteiras da Amazônia e de seu papel social na região.
Em comemoração à Semana do Exército, o major Paulo Queiroz, da 4ª Brigada da Cavalaria Mecanizada de Dourados - Brigada Guaicurus -, ministrou palestra aos acadêmicos do 5º semestre de Jornalismo da UNIGRAN. A participação do Exército no território nacional, internacional e a participação na linha de fronteira e conservação da Amazônia, foram às temáticas abordadas, alusivas ao dia do Exército, 19 de abril. Os assuntos foram discutidos na quarta-feira durante a aula do professor Alfredo Barbara Neto, na disciplina de Jornalismo Impresso III. Para o major, a história do Exército confunde-se com a história do Brasil. A palestra começou abordando a origem do Exército Brasileiro, em Guararapes, no século XVII, quando se deu a batalha que uniu os luso-brasileiros contra a invasão holandesa, passando pela proclamação da República, as lutas internas e a Balaiada, no Maranhão. Quanto à presença nacional do Exército, apresentou que é constituído por sete comandos de área: Amazônia, Oeste, Sul, Sudeste, Leste, Planalto e Nordeste, com destaque para o Comando Militar da Amazônia (CMA), que é o mais importante vetor de colonização, ocupação dos grandes espaços e vazios demográficos ainda existentes no país. Dos desafios enfrentados na região da Amazônia, 11 mil quilometros de fronteira são cuidadas por um efetivo de 25 mil soldados. “A Amazônia é uma das prioridades do Exército Brasileiro, nós percebemos há algum tempo a cobiça estrangeira pela região. Mesmo que ela não se materialize através de Estados, mas se materialize através de organizações não-governamentais, isso requer uma preocupação e um cuidado grande da Nação, principalmente das Forças Armadas”, disse em entrevista. Cumprindo com o papel social, o Exército na Amazônia coopera com a modernização e o progresso de todas as comunidades da área, não só com componente militar, mas, também, na saúde, educação e nas pesquisas científicas e em muitos outros campos. Com as comunidades indígenas ribeirinhas, os atendimentos consistem principalmente no atendimento médico nos hospitais militares. Queiroz lembrou também da participação do Exército com as Forças Internacionais de Manutenção da Paz, junto ao Conselho de Organização das Nações Unidas (ONU), comprovando a vocação como força que está a serviço da paz. PARCERIA A parceria do exército com a UNIGRAN já resultou em várias ações. Todos os anos o ID_CURSO de Jornalismo atua na assessoria de imprensa da “Operação Jauru”, realizada no mês de agosto, que combate o contrabando, narcotráfico e crimes ambientais. Outras participações foram realizadas com a “Marcha Cívico-Cultural da Retirada da Laguna” percorrendo a trajetória da maior guerra da América do Sul. O perID_CURSO foi pelas cidades de Bela Vista, Antônio João e Jardim. (FV)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran