Avaliação Institucional na UNIGRAN: ferramenta de mudança

Os terminais de auto-atendimento foram uma das conquistas obtidas por meio da Avaliação Institucional
A Avaliação Institucional pode ser considerada um “termômetro” das ações realizadas na UNIGRAN. É ela um dos meios mais eficazes de apontar potencialidades ou mesmo as possíveis fragilidades da Instituição. Para obter bons resultados, o processo precisa ter a participação de todos os setores e segmentos da comunidade acadêmica da Instituição como, por exemplo, acadêmicos, professores e demais funcionários. O procedimento é realizado em várias etapas. “O que está em andamento agora é um processo de sensibilização dos alunos, que, às vezes, ainda não participaram de uma avaliação como esta, principalmente quando são calouros, e desconhecem diversos aspectos do seu desenvolvimento”, aponta a coordenadora da comissão responsável pela avaliação, Maria Alice de Mello Fernandes. É por meio de um questionário que a opinião de cada um é registrada. “A importância disso tudo está no fato de que, respondendo de forma consciente, o acadêmico poderá melDATA_HORAr aspectos que acredita não estarem adequados na Instituição. O sistema tem dado tão certo que o processo realizado pela UNIGRAN serve de modelo para outras instituições e é recomendado pelo MEC”, diz a professora. Hoje o processo de Avaliação é uma exigência do Ministério da Educação (MEC), mas a UNIGRAN já realiza a ação bem antes desta obrigatoriedade surgir, desde 1997, isso pela ciência dos benefícios que a ação traz. “Quando existe seriedade no preenchimento do questionário, porque existe espaço para ele [o acadêmico] dizer o que acha que está satisfatório e o que é pode ser melDATA_HORAdo e ele faz isso com responsabilidade, sendo verdadeiro, nós obtemos um resultado que mostra realmente o que é que está sendo forte, o que é que funciona bem e onde estão as fragilidades, onde nós precisamos criar ações para reverter a situação. Isso só traz benefícios para a comunidade acadêmica de um modo geral, em especial ao aluno”, resume Maria Alice. Após a realização do questionário, a Comissão, formada por dois representantes de cada segmento relacionado à Instituição, elabora um relatório. Portanto, todos têm voz na DATA_HORA de decidir o que deve e o que não deve ser modificado. Este relatório é, então, apresentado à Reitoria, aos diretores, aos coordenadores e aos colegiados de ID_CURSOs e as melhorias, por meio de ações sugeridas pela comunidade acadêmica, são realizadas. “Essa voz se mostra presente e aceita na Instituição e essas ações para superar as fragilidades estão contribuindo muito para os avanços nos ID_CURSOs e isso tem colaborado para que as notas também tenham avanços”, conclui a professora. (TL/CJ)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran