Tratamento eficaz exige que profissional reconheça os ID_TIPOs de cabelo

Clínica de Estética da UNIGRAN disponibiliza de profissionais gabaritados para oferecer tratamento capilar aos seus clientes
Problemas como queda de cabelo, ressecamento, excesso de oleosidade ou até mesmo a caspa, estão ligados a distúrbios na saúde. Desvio fisiológico, falta de nutrientes ou problema no sistema imunológico refletem no aspecto do cabelo, pois ele reage como um termômetro. Mas além desses problemas ligados ao organismo humano, outro fator que interfere na saúde capilar são as alterações cosméticas e a falta de conhecimento profissional. Regularmente as mulheres recorrem à descoloração, alisamentos, relaxamento e tintura como reID_CURSOs para mudar o aspecto indesejável de seus cabelos, mas esses métodos agridem os fios, o que provoca seu desgaste. A partir daí, há a necessidade do profissional conhecer, de modo específico, os ID_TIPOs de cabelo e o tratamento mais correto para a recuperação capilar, é o que diz a supervisora do setor capilar da Clínica de Estética da UNIGRAN, Rita de Cássia Espíndola. “A indústria cosmética tem participação ativa na criação de produtos e métodos para a hidratação dos cabelos, cada dia tem um ativo diferente no mercado”, explica Rita de Cássia. Ela coloca também que, diante da infinidade de produtos ofertados pelo setor, o profissional precisa saber diferenciar os problemas do cabelo assim como os compostos que melhor atendem a necessidade do cliente. De acordo com a supervisora, todo profissional de estética deve entender de Cosmetologia Esteticista Capilar, para assim compreender a estrutura do fio, considerando os vários ID_TIPOs de cabelos existentes como o liso, enrolado, e com diâmetros e características diferentes. “Não basta a técnica, é preciso reconhecer as peculiaridade do cabelo, para aplicar o cosmético específico. Por exemplo, no caso de um alisamento, se é identificado um cabelo ressecado, é preciso primeiro hidratá-lo para que então ele receba aquele ativo alisante e, assim, ter um resultado mais positivo, minimizando o efeito agressor”, esclarece. Além da necessidade do profissional conhecer os cabelos e os produtos adequados, o cliente deve estar atento quanto ao produto utilizado em seu tratamento. Esse é o caso de alisamentos que contém formol em seu princípio ativo, uma substância proibida pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). “O formol gera problemas no sistema linfático e na corrente sanguínea, o que pode provocar o desenvolvimento de câncer”, alerta Rita de Cássia. A disciplina de Cosmetologia Esteticista Capilar é oferecida na grade curricular do ID_CURSO de Estética e Cosmetologia da UNIGRAN. O público externo pode fazer uso deste serviço na Clínica de Estética. Informações pelo telefone 3411-4201. (RS)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran