02/09/2019 Atualizado há 1 mes(es)

UNIGRAN realiza campanha ‘Setembro Amarelo’ com diversas atividades

Neste ano campanha da UNIGRAN vai priorizar os idosos, oferecendo diversas ações de valorização da vida

Mesmo matando mais que a AIDS e vários tipos de câncer, muitas pessoas ainda não discutem o suicídio. Segundo a Organização Mundial da Saúde – OMS, a cada 40 segundos uma pessoa se suicida no planeta, resultando em quase 800 mil óbitos anuais. Para reverter essa realidade, no mês de setembro acontece em todo país a campanha ‘Setembro Amarelo’, e em Dourados diversas atividades serão realizadas pela UNIGRAN.

Além do curso de Psicologia, que coordena a campanha na instituição, vão participar das atividades os cursos de Enfermagem, Fisioterapia, Gastronomia e Estética e Cosmética.

Ticiana Araújo da Silva, coordenadora do curso de Psicologia, explicou sobre a iniciativa. “O objetivo da campanha é sensibilizar a população sobre a importância de discutir o tema suicídio em suas mais diversas formas, para alertar e sensibilizar a comunidade em geral que o sofrimento está aí e ele precisa ser ouvido de alguma forma. Este ano priorizamos os idosos porque nos anos anteriores já trabalhamos outras vertentes, com a violência contra a mulher e a adolescência. Além disso, é uma população muito vulnerável e que sofre por diversas questões, como o abandono, a delapidação do patrimônio, a diminuição da renda, questões familiares, entre outras”, disse.

A programação inicia na próxima terça-feira (3), quando os idosos atendidos pelo Centro de Convivência da Pessoa Idosa ‘Maria Matiniano de Brito’ vão receber os cursos da UNIGRAN para diversas oficinas, serviços de higienização e hidratação de pele, aferição de pressão arterial e ainda, orientação sobre a manipulação de medicamentos. A ação acontece no período matutino.

No dia 7 de setembro, Dia da Independência, docentes e acadêmicos que participam da campanha realizarão um desfile cívico, junto com a programação municipal, alusiva a campanha.

Já no dia 26 de setembro, vai ser a vez dos idosos do Lar do Idoso receber a ação da campanha, no período vespertino.

O último dia da programação será no dia seguinte (27), na UNIGRAN, quando de manhã acontece a palestra ‘Suicídio na População Idosa’, com o professor Carlos Arturo Valiente filho, e a Mesa de Debate ‘Saúde Mental e suicídio’, com a psicanalista Francina Souza, o psiquiatra Wendel Dalprá e os psicólogos Ezequias Milan e Carlos Valiente filho. E a noite, a programação se encerra com as palestras ‘Suicídio: questão social’, com o psicólogo Dan Josua, e ‘Intervenções para a Prevenção ao Suicídio Fora do Setting Clínico’, com o psicólogo Murilo Vasques Buso.

“Todas as ações que iremos realizar têm o intuito de trazer a vida, a promoção da vida. Elas buscam tirar a pessoa dessa situação limite, de extrema fragilidade, e colocá-la novamente no círculo social, a fazendo se sentir pertencente a sociedade. Trabalhar a prevenção é a única solução, por isso precisamos entender que há sinais de que a pessoa não está bem e aprender a observar e ouvir esses sinais, com isso, podemos salvar uma vida. Não é preciso ser psicólogo para poder ouvir , basta ter sensibilidade e um olhar diferenciado para acolher o sofrimento dessa pessoa, dar atenção, gentileza e um ombro amigo. Um minuto do nosso dia já modifica o comportamento e o humor do outro”, concluiu Araújo.

Mais informações sobre a campanha podem ser obtidas na coordenação do curso de Psicologia ou no telefone 3411 4109.

Sobre a campanha

Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio. No Brasil, foi criado em 2015 pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria), com a proposta de associar à cor ao mês que marca o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio (10 de setembro). A ideia é realizar ações de prevenção e valorização da vida, além de pintar, iluminar e estampar o amarelo nas mais diversas resoluções, garantindo mais visibilidade à causa.

SETEMBRO AMARELO