28/07/2022 Atualizado há 18 dia(s)

Pesquisa em parceria com a UNIGRAN recebe premiação em Conferência Internacional

A Menção Honrosa foi dada pelo trabalho utilizado no TCC do curso de Medicina Veterinária

O experimento estuda a utilização do piso plástico como cama para o frango de corte

A acadêmica do 8º semestre de Medicina Veterinária, Vitória Cardoso Mauricio, e a professora doutora Gisele Aparecida Felix foram contempladas pelo Prêmio Lamas de Pesquisa Avícola ‘José Maria Lamas da Silva’, área Produção, sob forma de Menção Honrosa, realizado durante a Conferência FACTA - Avicultura ‘Futuro é Agora’. O trabalho, intitulado ‘Temperature variations of broiler chicken reared on plastic flooring’, é de autoria da doutoranda Bruna Barreto Przybulinski, do programa de Pós-Graduação em Zootecnia da FCA/UFGD, tendo como coautora a estudante da UNIGRAN.

A conferência foi realizada em maio deste ano. O prêmio, de acordo com a professora, não tem a intenção apenas de recompensar os estudantes pelos trabalhos realizados, mas também tem o objetivo de divulgar os resultados de pesquisa e experimentação desenvolvidas em universidade e centros de pesquisa.

De acordo com Vitória, o experimento é sobre a utilização de piso plástico como material de cama e suas implicações no bem-estar e desempenho no frango de corte. “Fui inserida no grupo de pesquisa e tive a oportunidade de participar dos experimentos que estavam sendo realizados naquele momento. Eu iniciei no experimento de doutorado e, por ter sido membro atuante na execução de toda essa parte do projeto, tive o privilégio de receber esta premiação juntamente com o grupo de pesquisa”, comentou a acadêmica.

A professora Gisele contou que a parceria com a Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD – começou em 2016. A partir disso, todos os seus orientandos, tanto de aves quanto de suínos, começaram a fazer parte do grupo de pesquisa.

“Esta parceria entre as duas instituições tem nos rendidos vários artigos científicos em revistas com alto fator de impacto. Não é a primeira vez que uma acadêmica de Medicina Veterinária da UNIGRAN ganha esta premiação, pois no ano de 2020 uma de nossas egressas recebeu essa mesma premiação com um trabalho de sua autoria”, relembrou a professora.

O trabalho faz parte da tese de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Zootecnia da Faculdade de Ciências Agrárias, sob orientação do professor Rodrigo Garófallo Garcia e a colaboração da professora Gisele.

“Como orientadora e professora da UNIGRAN, isso é muito importante pois, além de estarmos capacitando nossos acadêmicos para atuarem na área técnica de competência do médico veterinário, temos a oportunidade de vermos alguns dos nossos alunos no mundo da pesquisa científica, mostrando a eles que existe uma gama de oportunidades de atuação. Além disso, participando desses eventos de grande importância para a avicultura, temos a oportunidade de levar o nome da Instituição e os resultados do intenso trabalho de pesquisa e experimentação que desenvolvemos junto com os nossos parceiros fora do ambiente da sala de aula”, ressaltou a professora.

A acadêmica também exaltou a participação na conferência e a premiação, afirmando ter sido uma experiência “incrível e única”. “É um privilégio poder ganhar um prêmio que é fruto de muita dedicação por parte de todo o grupo de pesquisa, o que torna essa experiência ainda mais marcante. A UNIGRAN tem um papel muito importante, pois foi através de ensinamentos e incentivos que tudo isso se tornou possível”, destacou.

A partir deste semestre, Vitória apontou que, após inúmeras análises, o grupo começará na UNIGRAN as avaliações de possíveis lesões no aparelho locomotor das aves que participam do experimento.

MEDICINA VETERINÁRIA
PESQUISA
PRÊMIO