26/10/2020 Atualizado há 29 dia(s)

Circuito de Natação homenageia ex-professor do curso de Educação Física

Evento recebe doação de face shield da Unigran Capital

Circuito Stopa que aconteceu no último sábado (24/10) homenageou o ex-Professor do curso de Educação Física da Unigran Capital Luiz Antonio Stopa, personagem histórico do esporte e da Educação Física sul-mato-grossense, que faleceu em maio deste ano.

Conhecido por sua extrema dedicação não só em relação ao desporto aquático, mas a todas as modalidades, professor Stopa foi um grande incentivador da natação em Mato Grosso do Sul, que por mais de 40 anos defendeu a categoria e trabalhou na formação de novos profissionais, atuando como professor universitário. Nos últimos anos, foi membro da Diretoria Superior e de Assessoramento da Fundesporte e presidente licenciado (para tratamento médico) do Conselho Regional de Educação Física da 11ª Região (Cref11-MS). Stopa faleceu em três de maio deste ano, após lutar há mais de um ano contra um câncer no estômago.

Durante o evento, foi feita solenidade de homenagem aos familiares do profissional e técnicos de natação, com a entrega de troféu especial do Circuito Stopa. “É muito importante esse reconhecimento ao nosso pai, de ter a história perpetuada com a escolha do nome para o Circuito e continuar tendo essa relevância à natação sul-mato-grossense, mesmo após seu falecimento. Foi um orgulho imenso poder homenagear nosso pai diante de amantes e praticantes da natação”, releva José Stopa Neto, de 26 anos, que, com o microfone em mãos, versou sobre a história de seu pai ao receber a condecoração.

Erica Lino Stopa, de 29 anos, filha mais velha de Luiz Antonio, conta que seu pai a ensinou a amar o esporte aquático. “Ele sempre assistia a competições de natação e a gente acabava acompanhando também, principalmente nas Olimpíadas. Então, tem essa tradição de acompanhar o esporte e é uma forma de manter viva a memória do nosso pai”.

O Circuito recebeu a doação da Unigran Capital de 24 face shield para proteção dos trabalhos e contou com a participação de 24 acadêmicos voluntários para auxílio da arbitragem que atuaram 12 no período da manhã e 12 no período da tarde, além da participação efetiva de 10 acadêmicos que são credenciados como árbitros da Federação de Desportos Aquáticos de Mato Grosso do Sul (Fedams).

O torneio estadual, realizado pela Fedams e reuniu 116 competidores de Campo Grande, Costa Rica e Aquidauana nas categorias mirim, petiz, infantil, juvenil, júnior, sênior, máster e absoluto. Segundo a Prof. Me. Ediméia Pacheco de Oliveira - Coordenadora do Curso de Educação Física e Presidente da comissão técnica da Fedams, o Circuito cumpriu todos os protocolos de biossegurança, “Foi o primeiro evento estadual da modalidade com autorização que aconteceu seguindo todas as recomendações”. As medidas aplicadas no Circuito Stopa serão usadas em dois torneios nacionais nos próximos dois meses.

Com Informações da Fundesporte

EDUCAÇÃO FÍSICA