21/06/2018 08:51

Acadêmicos de Design de Interiores aprendem a influência das cores nos ambientes

Conhecimento foi colocado em prática durante a quarta edição do Salar de Cores da Unigran

Ao escolher as cores de um ambiente o profissional deve levar consideração fatores culturais, religiosos e econômicos

Uma coisa ninguém pode negar, as cores causam grande impacto nas pessoas, seja nas roupas, nos carros, no cabelo e é claro, no interior dos ambientes. Muitas vezes não percebemos, mas a influência das cores na nossa percepção é involuntária, é a primeira coisa que analisamos ao adentrarmos um ambiente e basta alguém puxar conversa que já expressamos a nossa opinião a respeito. Baseado nessa inegável premissa, o curso de Design de Interiores da Unigran realizou a quarta edição do Salar de Cores, um trabalho prático desenvolvido pelos acadêmicos do primeiro semestre.

Logo no início da graduação os alunos se debruçam sobre esse tema através da disciplina de 'Teoria e Prática da Cor', ministrada pelo professor Douglas Raldi. Ele explica que as cores fazem parte da identidade dos ambientes, por isso normalmente vemos cores quentes na cozinha, por exemplo, pois estas psicologicamente estão ligadas a vontade de comer. Assim como, usualmente se usa cores mais neutras e menos vibrantes em escritórios ou consultórios, onde o objetivo é ajudar na concentração e a deixar as pessoas mais calmas.

Raldi também menciona que o projeto proporciona aos acadêmicos o primeiro contato com a prática, pois para colocá-lo em prática os envolvidos precisam além de pesquisar muito sobre o tema, correr atrás de patrocinadores – lojas de móveis e decoração – que possam ceder as peças para a mostra. Durante os dois dias de apresentação, transcorridos nos dias 11 e 12 deste mês, os trabalhos ficaram expostos no saguão do bloco 10. Na oportunidade os alunos tiveram também o primeiro contato com o público, para os quais responderam vários questionamentos e também algumas críticas. "Esse contato com a prática, com o público, engrandece o desenvolvimento do futuro profissional, que através desta e outras atividades, chegará ao mercado devidamente apto a atender os anseios dos seus clientes", complementou. 

Nesta edição foram escolhidos quatro estilos (pop, étnico, moderno e rústico), que foram sorteados entre os grupos. A acadêmica Ana Carolina Alves, de 19 anos, fez parte do grupo que desenvolveu um trabalho voltado ao tema 'étnico'. Ela relata que utilizaram como inspiração a cultura indiana, repleta de cores e significados. O grupo em questão apresentou uma típica sala de jantar seguindo os principais elementos que esse ambiente tem naquele país, como cores vibrantes, muitas almofadas e ênfase no vermelho (que para nós significa amor e paixão e para eles é sinônimo de força).

Já a acadêmica Lauriele Neves, 23 anos, fez parte do mesmo grupo que trabalhou a cultura indiana sob o prisma do design de interiores. Em sua análise a jovem diz que a disciplina é elementar para a formação do futuro profissional e que o Salar de Cores é uma ótima oportunidade para dar o pontapé inicial nas atividades práticas. A jovem conta ainda que a experiência serviu para solidificar nos acadêmicos a consciência de que as cores não podem ser trabalhadas de forma aleatória, é preciso levar em consideração todos os aspectos, como a cultura, religião, condição econômica, entre outras variáveis.

O curso de Design de Interiores tem duração de quatro semestres e as aulas ocorrem no período noturno. Habilita os futuros profissionais a aprimorarem a convivência das pessoas nos ambientes, tornando-os sempre mais agradáveis conforme a proposta de cada espaço. Mais informações sobre o curso podem ser obtidas através do telefone (67) 3411-4245 e também pelo e-mail designdeinteriores@unigran.br.

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran