22/03/2018 09:03

Surgimento de novas mídias não reduziu a importância da TV

Afirmação é do diretor de marketing da TV Morena, Antônio Alves, que defende e hegemonia da televisão

Publicitário afirma que TV continua sendo o melhor canal para atingir um grande público-alvo

Mesmo com o advento e profusão de novas mídias, a televisão atualmente ocupa um espaço ainda maior na vida do cidadão. Segundo +-.Antônio Alves, diretor de marketing da Rede Mato-grossense de Comunicação, a TV Morena, há 10 anos as pessoas ficavam em média 4h diárias em frente a televisão, mas o número hoje subiu para 6h.

É um episódio que se repete na história da comunicação. Quando surgiu o rádio no início do século XX, a mídia impressa foi envolta em um verdadeiro luto com todos aguardando a sua extinção, porém, passados mais de 100 anos o bom e velho jornal continua nas bancas. No nascimento da televisão foi a vez do rádio ter sua existência futura questionada, contudo, mais uma vez o que vimos foi a coexistência de diferentes meios de comunicação.

O diretor falou sobre o tema durante a Aula Magna do curso de Publicidade e Propaganda da UNIGRAN, ocasião na qual relatou aos acadêmicos o cotidiano de um publicitário que trabalha em uma emissora de televisão. Também contou um pouco acerca da sua trajetória profissional, quais as aspirações que alimentava quando se formou e os desafios que encontrou ao longo da carreira.

Ainda com relação à relevância da televisão na vida dos expectadores, Alves diz que as mídias sociais, como WhatsApp, Facebook, Twitter e afins, ao invés de atrapalharem acabaram por contribuir com a TV. Ele fundamenta a tese dizendo que estes servem de link para a televisão, pois quando alguém comenta nos grupos ou na timeline acerca de algo que está passando em determinado canal, acaba por instigar e estimular outros a também assistirem.

Ele disse também que os publicitários brasileiros estão entre os mais criativos e assertivos do mundo, pois são os que sofrem a menor rejeição do público-alvo. Além disso, neste momento de crise, a criatividade dos profissionais que trabalham para angariar anunciantes precisa ser ainda maior, tendo em vista que todos sabem que a menor intempérie financeira quase sempre resulta em cortes no setor de publicidade das empresas.

O diretor de marketing também desmistifica a lenda urbana ao afirmar que a televisão não é uma mídia cara e que é o melhor canal para se atingir as massas. Ele apresenta um dado interessante ao dizer que do total de recursos investidos em publicidade no país, cerca de 70% são direcionados para a televisão.

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran