26/04/2017 07:44

Acadêmicos da UNIGRAN participam de Comissão Julgadora no 20º Concurso Pé de Soja Solteiro

Acadêmicos, professores e produtores rurais no Concurso Pé de Soja Solteiro

Os acadêmicos dos cursos de Agronomia e Produção Agrícola da UNIGRAN participaram da Comissão Julgadora no 20º Concurso Pé de Soja Solteiro de Laguna Carapã. Os alunos fizeram a contagem das vagens dos pés de soja no evento que contou com diversas premiações e atrações no último fim de semana.

Na categoria Nacional o campeão foi o produtor rural Antonio Francisco, que conquistou a vitória apresentando um pé de soja com 6.160 vagens. Já na categoria Municipal, a grande ganhadora foi a produtora rural Izolde Catarina Bohn, que conseguiu produzir 9.115 vagens.

Para a produtora rural e vencedora da categoria Municipal, Izolde Catarina Bohn, participar do evento é uma festa. “Todo ano eu participo e para nós produtores rurais é muito gratificante, ganhando ou perdendo, o importante é participar, sempre uma alegria”, comemora.

Izolde ressalta a parceria com os estudantes da UNIGRAN. “É algo muito trabalho, numeroso, então é muito importante a participação deles, inclusive no crescimento profissional. Uma coisa que me deixou muito feliz foi ver o número de meninas que estão presentes, conseguimos ver que o preconceito de que o trabalho de campo é de interesse, é um trabalho para homens, vem sendo deixado de lado, há espaço para todos”, enfatiza.

Tatiane do Vale Matos é acadêmica do 1º semestre de Agronomia Noturno e conta que como estão iniciando a vida acadêmica, foi importante a interação entre os colegas e professores, além do trabalho em equipe. “O relacionamento com o produtor é um dos pontos mais importantes, pois é um das bases do agronegócio, além de nos possibilitar um contato com a comunidade em geral”, comenta.

Mateus Secretti, coordenador de Agronomia Noturno e Tecnologia em Produção Agrícola, afirma que, como são muitos produtores e, consequentemente, muitos pés de soja, a participação dos estudantes torna-se essencial para que essa contagem seja mais rápida. “Os alunos são separados em equipes, cada uma responsável por um determinado número de pés”, menciona.

O coordenador destaca o trabalho em equipe para que o processo funcione da melhor maneira e também de forma prática e rápida. “A responsabilidade, toda a atenção e cuidado devem estar voltados para atividade de contagem para que não ocorram erros que possam influenciar no resultado do concurso. Além de que os alunos têm o contato com a terra, com os materiais que o solo produz e com o próprio agricultor que acompanha a contagem, isso serve para que eles possam gostar cada vez mais do que eles fazem”, ressalta Mateus Secretti.

Sobre a dedicação ao Concurso, a produtora rural Izolde Bohn define: “acaba sendo uma relação de amor, a dedicação é enorme, é um trabalho de todo dia, demoramos cerca de seis meses no cultivo dos pés de soja”.

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran