04/10/2016 08:07

Encontro na UNIGRAN divulga pesquisas acadêmicas e científicas

Durante o Encontro, acadêmicos, professores e pesquisadores fizeram apresentações de pesquisas científicas

O XI Encontro de Iniciação Científica, VIII Salão de pesquisa docente e VI Mostra de Pós-Graduação deste ano teve como tema "Ciência Alimentando a Vida". A programação científica contou com palestras, minicursos e apresentações de trabalhos, nas formas orais, banner ou web conferência.

A palestra de abertura foi sobre "Gamification: Uma alternativa inovadora para ensinar, motivar e faturar com prazer", ministrada pelo professor Fabiano Nagamatsu. O palestrante apresentou um pouco sobre o mercado de games para as empresas, além de abordar a questão da pesquisa cientifica na área de jogos de empresa e simuladores empresariais.

Segundo Fabiano, as principais características estão relacionadas, principalmente, aos fatores lúdico, de competição e o aprendizado mais prático em sala de aula. “A vantagem é que o aluno é mais participativo, sai a figura do professor e entra a figura do facilitador, daquele que vai simplesmente conduzir as aulas. Então isso se torna mais atrativo para o aluno, fazendo com que ele permaneça mais e se engaje mais nas disciplinas envolvidas”, afirma.

O evento é um importante meio de difusão de pesquisas acadêmicas e científicas. No segundo dia trouxe uma palestra com o médico infectologista Julio Henrique Rosa Croda, sobre “Zika: modelo de pesquisa no Brasil”. O médico fez um panorama geral da doença e a relação com a microcefalia, além da atualização científica do tema.

“Tivemos muitas publicações nos últimos dois anos mostrando a associação do zika com estas alterações congênitas. Pode dizer claramente que existe esta associação. Montamos um serviço [o Ambulatório de Investigação de Zika Vírus do HU-UFGD], para acompanharmos gestantes e crianças. O objetivo maior deste serviço é dar uma atenção multidisciplinar e acompanhar as principais alterações com a incidência da doença no nosso estado, em Dourados especificamente”, menciona Julio Croda.

O médico citou o trabalho em conjunto com o a Clínica de Fisioterapia da UNIGRAN, pelo qual as crianças com microcefalia são encaminhadas para fazer estimulação precoce com protocolo preconizado pelo Ministério da Saúde. “Estamos montando uma rede de colaboradores para dar toda assistência a essa criança que venha a nascer com qualquer alteração congênita relacionada à zika”, garante.

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran