25/11/2015 07:44

Radiologia tem amplo mercado de trabalho nas áreas médica e industrial

Profissionais se reúnem em Jornada Acadêmica para debater a Radiologia no Mercado de Trabalho

O tecnólogo em Radiologia opera equipamentos de diagnóstico por imagem que produzem radiografas convencionais ou digitais, empregados tanto na área médica quanto na industrial e de engenharia. A área está em grande expansão, com a recomendação do Ministério da Saúde, de contratar profissionais a fim de garantir a qualidade dos serviços de diagnóstico por imagem e a segurança dos pacientes e de quem opera as máquinas.

Na IV Jornada Acadêmica do curso de Radiologia da UNIGRAN, egressos falaram sobre a “Radiologia no Mercado de Trabalho”. Márcio José Bartz Kruger se formou em 2014, prestou concurso e agora trabalha em um hospital de Dourados. “A área que mais emprega hoje é a área médica. Trabalho com diagnóstico por imagem: o Raio X, a tomografia. Estou muito feliz de voltar a Instituição e poder passar aos estudantes sobre a visão de mercado, o que vão encontrar, a postura de um profissional e dar um incentivo”, menciona.

O tecnólogo em Radiologia recomenta ter um foco e procurar a área que mais se identifica, pois há uma demanda grande por profissionais graduados. “Em Dourados hoje temos campo para isso, grandes clínicas com aparelhos de ponta. Mas não devemos também ficar focados somente em nossa cidade, outras regiões como Nordeste, Sudeste, Sul empregam muitas pessoas, temos área de trabalho”, avalia Márcio Kruger.

Outra participação na Jornada foi do ex-aluno Fábio Telles David, que abordou a “Atuação do Tecnólogo em Radiologia na Indústria”. O profissional trabalha na região de fronteira Brasil/Paraguai, na cidade de Mundo Novo, sul de MS, atuando com proteção radiológica em aplicações industriais.

“Há uma ampla situação de trabalhos, como scanners de Raio X, utilizados em portos, aeroportos, tem a gamagrafia que utiliza a radiação gama afim de fazer imagens de peças de indústria para observar se as peças estão ok, e tem também os irradiadores industriais, a irradiação de alimentos, muitos países obrigam nas importações e exportações fazer a irradiação de alimentos para que os alimentos tenham maior durabilidade durante o transporte e fiquem também livres de qualquer tipo de micro-organismos que possam causar algum tipo de doença”, descreve Fábio.

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran