19/12/2014 07:48

Formado na UNIGRAN encerra mestrado na USP

Para Ricardo, se envolver em projetos durante a graduação faz diferença no mercado

Ao terminar o curso de Biomedicina na UNIGRAN, em 2009, Ricardo de Souza Oliveira tinha uma certeza: não queria ficar parado. Hoje, depois de passar por duas das instituições de ensino mais conceituadas do Brasil, ele garante que valeu a pena.

A jornada começou quando ele deixou Dourados em busca de um sonho maior. Cursar a pós-graduação de Biomedicina no Diagnóstico por Imagem no Hospital Albert Einstein. Ele nunca tinha estado em uma cidade tão grande e a primeira experiência foi descer do ônibus, fazer a prova e voltar pra casa. Mas as mudanças não o intimidaram e logo ele estava estudando e trabalhando na cidade da garoa.

“O aluno que vai pra lá, é amparado por toda uma equipe, uma equipe gigante. E são biomédicos falando pra biomédicos. Isso foi o legal, lá eu me encontrei”, relembra ele. Um ano depois, já com o diploma na mão, ele embarcou no Mestrado de Medicina Nuclear da USP. Foram, então, quatro anos de muitos desafios.

Mesmo assim, em nenhum momento ele pensou em outro caminho. “Talvez, se eu tivesse parado logo depois da graduação, eu teria permanecido parado. Às vezes é muito cômodo ficar em casa. Mas não, eu não queria parar”, afirma.

Segundo Ricardo, uma das coisas que mais o ajudou a superar os obstáculos foi a maneira como aprendeu a dialogar com professores e profissionais, durante a graduação. “Essa questão de chegar e conversar, foi muito importante, não ter medo, buscar a conversa com a reitora, professores. São pessoas que estão ali na realidade de um mercado, são pessoas incríveis.

Aqui na UNIGRAN a gente sempre teve as portas abertas, seja com a reitora, na secretaria, a gente sempre teve”, destaca.
Depois de tanto tempo de correria, Ricardo agora só pensa em descansar e aproveitar um tempo com a família, mas deixa claro qual é o conselho para quem está se formando agora. Ou mesmo para quem já vai começar a faculdade no ano que vem.


“Procurar alguma coisa pra fazer, seja algo novo ou uma coisa que você tenha certeza que queira. Não parar”, aconselha. Ele, que durante a graduação se envolvia com centro acadêmico, organização de eventos e palestras, também garante que atividades extracurriculares como essa fazem a diferença. “Aproveitar essas oportunidades e não se acomodar vale pra qualquer realidade e qualquer fase da vida”, finaliza.

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran