03/04/2014 07:55

Egressos de Ciências Biológicas concluem mestrado e doutorado

Caroline, doutora em Entomologia e Conservação da Biodiversidade, durante apresentação da tese

A formação acadêmica continuada tem ganhado espaço nos últimos anos, pois o mercado de trabalho vem se tornando mais competitivo e exigente. O curso de Ciências Biológicas da UNIGRAN comemora a conclusão de egressos nos programas de mestrado e doutorado. Só neste ano, quatro ex-alunos apresentaram suas dissertações e tese.

Para o coordenador do curso, Vanderlei Berto Junior, ver o sucesso dos egressos é muito gratificante. “Quando trabalhamos a formação de cidadãos no ensino superior, esperamos que eles consigam uma boa colocação no mercado de trabalho na carreira que eles pretendem. E, quando vemos que o aluno tenta a pós-graduação e ele consegue fazer um mestrado ou um doutorado na sequência, terminar com bons resultados, isso nos deixa feliz e realizado, sabendo que estamos fazendo um bom trabalho aqui na UNIGRAN”, comemora.

Com o resultado dos ex-alunos, o professor garante que, “a inserção no mercado de trabalho do nosso aluno, a aceitação que o mercado tem do nosso aluno é a melhor comprovação que podemos ter de que a nossa formação, a formação que nós trabalhamos aqui na UNIGRAN, é de qualidade”.

Os egressos que defenderam as dissertações e tese foram: Caroline Martins da Motta – doutorado em Entomologia e Conservação da Biodiversidade (UFGD); Luciane Pierezan – mestrado em Recursos Naturais (UEMS); Michele Castro de Paula – mestrado em Entomologia e Conservação da Biodiversidade (UFGD) e Thiago Silva Teles – mestrado em Entomologia e Conservação da Biodiversidade (UFGD).

Luciane Pierezan apresentou a dissertação “Composição Química e Análise Térmica de Ésteres Obtidos a partir de Oleaginosas encontradas em Mato Grosso do Sul”. A mestre em Recursos Naturais conta que o objetivo principal foi “estudar espécies oleaginosas encontradas em território sul-mato-grossense quanto ao potencial energético, caracterizando o biodiesel produzido e ainda investigar o ponto de cristalização do biodiesel etílico e metílico, já que a cristalização do biodiesel é vista como um problema, pois quando acontece à temperaturas positivas inviabiliza sua utilização, pois causa danos ou falhas nos motores”.

A bióloga afirma que a conclusão desta fase é muito importante para sua formação. “Me proporcionou conhecimentos na área de Biocombustíveis e Bioenergia, já que no mestrado fui bolsista da Petrobrás. Então, realizei um projeto relacionado ao estudo de novas fontes oleaginosas promissoras à produção de biodiesel no MS, e com isso, adquiri informações e conhecimentos na área, possibilitando o enriquecimento curricular e a possibilidade de continuação da minha formação”, afirma.

No doutorado, Caroline Martins da Motta, defendeu a tese sob o tema “Formigas como Defesas Bióticas de Plantas não Mirmecófilas”. “Fiz um estudo de caso evidenciando a interação entre Solanum lycocarpum (Solanaceae), herbívoros e formigas, tendo como objetivo aumentar a compreensão das interações entre formigas e plantas, estudando as relações tróficas [relativas à alimentação]”, explica.

Caroline conta que foi uma vitória. “É mais uma fase concluída na minha vida acadêmica. Só tenho a agradecer por ter conseguido mais essa etapa de aprimoramento, porque não foi fácil chegar até aqui. A graduação na UNIGRAN foi a minha base, foi através de alguns professores que tive no curso de Ciências Biológicas que me incentivaram a fazer o mestrado, gostei da vida acadêmica e pude chegar ao doutorado. Os professores Vanderlei e Andreia foram meus grandes incentivadores, a professora Mara Mussury também teve sua contribuição para que eu engajasse nessa jornada. E claro, o meu orientador no mestrado e no doutorado, Josué Raizer”, menciona.

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran