14/03/2014 07:56

Jovens usam mídias sociais para disseminar poesia

No Dia Nacional da Poesia reflexão é sobre a presença do gênero na atualidade

A poetisa Renata Boeira mantém uma fanpage para divulgar seu trabalho

Hoje, no Brasil, comemoramos o Dia da Poesia. A data foi instituída em homenagem ao nascimento do poeta brasileiro Castro Alves e tem objetivo de reforçar a importância desta escrita para a sociedade. Atualmente, os poetas contemporâneos se esforçam para conquistar público e divulgar seus textos, angariando espaços no meio digital.

A professora da UNIGRAN, Andréia de Oliveira Alencar Iguma, mestre em Letras, diz que a poesia, assim como a literatura, oscila com o tempo e com a sociedade em que está inserida. “As pessoas dizem que com o uso das novas tecnologias, as pessoas acabam deixando-a [a poesia] de lado, mas o que não percebem é que ela está presente na nossa vida, os jovens na sociedade hodierna [atual/moderno] utilizam as mídias sociais, postam as suas próprias poesias, as suas próprias reflexões”, esclarece.

Como especialista, a professora Andréia garante que a poesia é intimista, sendo o fruto dessas reflexões. Para ela, poesia é tudo aquilo que o indivíduo não consegue passar em seu dia a dia e materializa por meio da escrita, uma forma de libertação, o que hoje caracteriza a poesia contemporânea.

A acadêmica da UNIGRAN, Renata Boeira, é poetisa. Ela vai ao encontro do que diz a professora Andréia, afirmando que começou a fazer poesia porque tem “dificuldade imensa em dizer as coisas com plenitude e quando faço poesia é como se eu conseguisse entregar meu coração. Mas hoje faço porque acredito na potência das palavras. Ainda não senti nada mais interessante do que tocar alguém, melhorar o dia de alguém, fazer as pessoas sentirem algo, provocar, cativar, é magico”.

A poetisa mantém blog e uma página no Facebook para divulgar seu trabalho (facebook.com/reboeiraeoutrospoemas). De acordo com ela, através das mídias sociais é possível disseminar seu trabalho. “Fui literata de gaveta por muito tempo, hoje divulgo, porque acredito que essa é a real função da arte: ser compartilhada”, menciona.

Renata ainda complementa: “as pessoas acham que não gostam de poesia, por terem uma ideia retrógada da coisa, lembram da poesia dos livros de escola, que eram obrigadas a ler. E através das mídias sociais elas desconstroem isso, descobrem que poesia é algo prazeroso e livre”.

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran