27/01/2014 07:14

Acadêmicos da UNIGRAN formam Legião de Anjos Palhaços

O grupo é uma organização comunitária que visita hospitais, asilos, creches e APAEs

O grupo de voluntários se mobiliza para elevar a autoestima e ajudar os que estão necessitados [Foto: Arquivo Pessoal]

Levar a alegria, o carinho e o amor para pessoas que necessitam de afeto. Isso é o que move a “Legião de Anjos Palhaços de Ponta Porã”, grupo idealizado pelo acadêmico de Publicidade e Propaganda da UNIGRAN, Clóvis Segóvia. O estudante, juntamente com alguns amigos, visita hospitais, asilos, creches e Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAEs), vestidos de palhaços com o intuito de proporcionar momentos de descontração.

“Essa ideia surgiu do nada, um dia eu estava em casa e eu pensei em montar um grupo de palhaços e postei no Facebook e muito rapidamente começou aparecer os voluntários, e então, montamos o grupo”, explica Clóvis. Além de fazerem as visitas vestidos de palhaços, os participantes levam doações de roupas, cestas básicas, bolos, salada de frutas, cachorro-quente, refrigerante e diversas atividades recreativas conforme o local visitado.

Criada em novembro de 2013, a Legião mobiliza patrocinadores para colaborarem nas doações. Para o acadêmico, “é muito bacana e gratificante, não tenho nem palavras para descrever, participar de um projeto social. E é muito legal a recepção das pessoas que estão nesses locais, elas sempre nos recebem bem, com sorrisos”.

O projeto é uma Organização Não Governamental sem fins lucrativos e conta com cerca de 25 voluntários, entre estudantes e profissionais como: empresários, advogados, psicólogos, entre outros. João Renato Filgueira, também acadêmico de Publicidade e Propaganda da UNIGRAN, conta que, “assim que o Clóvis postou no Facebook a ideia de querer juntar algumas pessoas e visitar o Hospital [Regional de Ponta Porã], falei: bacana, eu quero participar disso”.

“Temos que ter um lado social, no grupo temos advogados que nos auxiliam na questão jurídica, psicólogo que prepara as pessoas que, por exemplo, tem gente que tem medo de palhaço, fobia a palhaço, então ajuda nesse sentido”, esclarece João Renato.

Os voluntários se mobilizam para elevar a autoestima e ajudar os que estão necessitados. “Queremos levar um pouco de alegria, interagir , que nem no asilo, nós dançamos com os idosos, as meninas maquiaram e fizeram a unha das idosas, conversaram,”, relata o estudante de Publicidade.

O idealizador desse projeto, Clóvis Segóvia, afirma que não esperava a repercussão que teria este trabalho. “Eu queria arrumar um grupo de amigos para visitar hospital, mas começamos a desenvolver, a organizar as coisas, fizemos a Fanpage, um advogado ajudou juridicamente, pela experiência em organizações sem fins lucrativos, criamos uma diretoria composta por 14 pessoas. Não esperava tamanha repercussão e interesse das pessoas em colaborar com o nosso grupo”, relata.

A expectativa dos voluntários é que mais pessoas ingressem colaborando. “Espero que as pessoas se interessem mais como vem acontecendo diariamente, as pessoas estão sempre vindo falar com a gente. Temos programado as visitas, nós procuramos saber o que as pessoas daquele local determinado estão precisando. Nós procuramos promover um bem comum”, garante João Renato Filgueira.

Para acompanhar, colaborar ou obter mais informações sobre o projeto, acesse a página do Facebook: Legião de Anjos Palhaços de Ponta Porã, pelo link: www.facebook.com/legiaodeanjospalhacos. [SG]

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran