04/10/2013 21:35

Estudantes e pesquisadores apresentam trabalhos em evento científico

Iniciação Científica

Durante o evento, as pesquisas foram apresentadas e avaliadas

O encontro científico aconteceu na UNIGRAN e contou com cerca de 600 trabalhos apresentados por acadêmicos e pesquisadores. Foram três eventos simultâneos: VIII Encontro de Iniciação Científica, V Salão de Pesquisa Docente e III Mostra de Pós-Graduação. Foi possível observar trabalhos em diversas áreas do conhecimento como saúde, educação, direito, meio ambiente, negócios empresariais e comunicação.

A pesquisa da acadêmica de Psicologia da UNIGRAN, Pamila da Cruz Barreto, apresentou para os visitantes, através de um banner, “A influência da relação mãe e bebê para a formação da personalidade do psicopata”. A pesquisadora iniciante realizou um trabalho bibliográfico. “Os teóricos falam da importância que tem a relação mãe e bebê para a formação do indivíduo, falam da dependência absoluta e da dependência relativa. Quando a criança nasce, ela está na fase da dependência absoluta. É o contato com a mãe que vai fazer com que a criança perceba que ela existe e que existe o outro”, explica a acadêmica.

Segundo Pamila, em alguns momentos a mãe deve “frustrar” o bebê. “A mãe tem que saber que ela precisa frustrar a criança, mas tem um momento adequado para que existam essas frustrações, até porque, quando a criança é frustrada excessivamente, pode contribuir para a formação da personalidade psicopata”. A estudante destaca que nem sempre esse é o fator determinante. “São vários fatores, a psicopatia também tem questões biológicas, questões que foram herdadas. Mas constatei em minha pesquisa que essa relação da mãe e bebê é um fator de suma importância, porque é um fator que ajuda a contribuir muito para a formação da personalidade do indivíduo”, revela.

O trabalho de pesquisa do acadêmico de Educação Física, Pablo Brasil, envolveu um bairro de Dourados. Pablo apresentou a pesquisa “Análise do sedentarismo e prática regular da atividade física no bairro Itajú”, o resultado do trabalho foi satisfatório para o acadêmico, porém o levantamento realizado durante a pesquisa sinalizou que grande parte da população do bairro não tem praticado exercícios físicos. “Abordei uma metodologia e escolhi algumas casas em que fiz um questionário. A conclusão foi que o bairro tem grande índice de pessoas sedentárias”, afirma o acadêmico.

Já a pesquisa de Laís Lopes Pinheiro Nogueira, aluna do curso de Direito, tratou “A ineficácia das propostas de redução da maioridade penal no Brasil”. Laís apresentou o trabalho na comunicação oral. Ela escolheu o tema devido grande repercussão. Para a acadêmica, a redução da maioridade não é a solução.

“Parto da problemática que encarcerar um jovem com 16 anos só irá aumentar a sua criminalidade. Então, apresento uma medida que é a educação. Ter uma educação integral, desde a infância à adolescência e também efetivar o que hoje já existe, como o Estatuto da Criança e o Adolescente”, relata a estudante.

Certificação de trabalhos selecionados

Para encerrar os três dias de encontro os participantes puderam participar de uma palestra de encerramento, o evento abordou “Duelo de titãs: formação acadêmica técnico-científica versus formação humanista” e, ainda, no final a pró-reitoria de e Pesquisa e Pós-Graduação premiou os trabalhos selecionados como melhores por eixo temático.

A professora do curso de Direito da UNIGRAN, Tânia Rejane de Souza recebeu certificado de 1º lugar no eixo “O Estado, a dignidade e a promoção do ser humano”. Para a pesquisadora, “é uma satisfação muito grande ter o trabalho reconhecido. A pesquisa tratava da revogação das súmulas com ações e andamentos, é um tema atual, é a grande mudança que existe dentro do Poder Judiciário com relação a uma fixação de precedentes. Então, é um trabalho novo, interessante, acho que isso contribuiu para ganhar o prêmio, mas é muita satisfação além de participar, levar um prêmio”.

Tania acredita na importância da iniciação científica no contexto acadêmico. “Estimula a pensar. Nós estamos precisando de pessoas que pensem mais, que não aceitem tudo o que está posto e pronto, que questionem e é isso que a pesquisa faz. A pesquisa faz você verificar novos horizontes, novas possibilidades de ação, isso é muito importante”.

Sirlei de Andrade Maciel, acadêmica do 2º semestre de Ciências Contábeis, recebeu prêmio no eixo temático “Negócios Empresariais e Agronegócios”, com a pesquisa “Análise da gestão dos custos na produção de leite em uma pequena propriedade rural da cidade de Dourados”.

Para a estudante, “foi maravilhoso receber esta certificação, principalmente porque foi o primeiro trabalho científico que fizemos, uma experiência inesquecível. Pesquisamos, buscamos informações tanto nas referências bibliográficas, como a exploratória de campo”.

Confira as fotos do evento na galeria. [IO]

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran