02/08/2013 21:26

Pró-reitora da UNIGRAN ministra palestra aos profissionais da Educação Infantil de Dourados

Educação Infantil

A palestra foi realizada no Centro de Eventos da UNIGRAN para profissionais da Educação Infantil de Dourados

Nesta semana, a UNIGRAN sediou o “Encontro dos Profissionais da Educação Infantil de Dourados”, realizado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed). Na abertura do evento, a pró-reitora de Ensino e Extensão da UNIGRAN, Terezinha Bazé de Lima ministrou uma palestra sob o tema “Proposições e possibilidades para uma educação de qualidade”, com o objetivo de debater a qualidade da educação em relação ao atendimento na Educação Infantil, que é voltada a crianças de zero a cinco anos.

Estudos mostram que a Educação Infantil tem impacto decisivo no futuro das crianças. Ao proferir a palestra a doutora em Educação apresentou a pesquisa “A qualidade da Educação Infantil: um estudo em seis capitais brasileiras”, que incluiu Campo Grande no estudo. “Eu me referi a essa pesquisa, porque abordou os eixos de espaço físico, o mobiliário, as condições de conservação, a sua adequação, o acesso da criança, a utilização das crianças ao utilizar esse mobiliário, as rotinas de cuidado pessoal com a criança, a questão do falar e compreender, quer dizer, a linguagem e raciocínio também foram itens pesquisados, as atividades pedagógicas práticas pelos professores na rotina da educação infantil, a interação da escola com os pais, das crianças com os adultos, das crianças com as crianças”, enumera.


Foram pesquisadas 91 turmas nas seis capitais. Os resultados da pesquisa mostraram que creches e pré-escolas apresentam, em média, níveis insatisfatórios. “Os níveis de qualidade mais comprometidos se referem às atividades, rotinas de cuidado pessoal e estrutura do programa; mudanças em determinadas características das instituições poderiam levar a melhoria da qualidade na educação infantil. De qualquer forma, os resultados da pesquisa reforçam a urgência na adoção de medidas dos gestores públicos e dos professores”, assegura Bazé.

O estudo mostrou ainda que em mais de 70% das turmas observadas, os pesquisadores não encontraram nenhum tipo de material em termos de livros, literatura infantil ao alcance da criança. “Materiais como jogos pedagógicos, livros infantis, os brinquedos, não são para ficar longe do alcance da criança. A criança tem o direito de manusear, muitas vezes o professor quer proteger para não estragar, para ter o material o ano inteiro, para preservar o material, as crianças têm o direito e esses materiais têm que estar ao alcance das crianças. Então, esse foi um dos itens dos parâmetros de qualidade. Inclusive até essa escola deve ter uma janela baixa, onde a criança possa ver lá fora a natureza, o sol, uma chuva”, menciona a doutora em Educação.

Segundo a educadora, durante a palestra foi possível extrair conclusões e reflexões acerca do atendimento na Educação Infantil. “A qualidade é um conceito socialmente construído, sujeito a constantes negociações; depende do contexto; baseia-se em direitos, necessidades, demandas, conhecimentos e possibilidades; a definição de critérios de qualidade está constantemente tensionada por essas diferentes perspectivas”, considera Terezinha Bazé.

A palestra contou com, aproximadamente, mil profissionais da Educação Infantil do município, entre professores, diretores, coordenadores e estagiários. [SG]

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran