02/05/2013 07:49

II AgroTec destaca temas atuais da área agrícola para estudantes e profissionais

Agronomia e Tecnologia em Produção Agrícola

Minicurso sobre “Metologia para análise química do solo” durante II AgroTec

Acadêmicos de Agronomia e Tecnologia em Produção Agrícola da UNIGRAN e profissionais da área puderam participar de diversas palestras e minicursos com especialistas durante a II Jornada Integrada dos cursos, II AgroTec. Entre os assuntos abordados estava gestão do agronegócio, qualidade física do solo, estratégias de adubação com fósforo (P) e potássio (K) em lavouras de grãos, novos enfoques para arranjo de plantas de soja, entre outros.

Um dos minicursos realizados foi sobre “Sensoriamento remoto aplicado à agricultura”, ministrado pelo geógrafo Giovanni Santos Marin Faria. Segundo o especialista, o sensoriamento remoto é uma ferramenta de auxílio para que o produtor possa fazer tudo remotamente, sem ter a necessidade de ir ao campo.

Com este mecanismo é possível “fazer algumas correções, capturar alguns pontos de controle para que faça um ajuste no levantamento, existe uma série de ferramentas de softwares, de implementos já equipados com sensores que também auxiliam a produção e otimiza a produção, diminuindo o custo de produção. Então está atrelado ao planejamento”, afirma Giovanni.

O sensoriamento remoto auxilia o produtor em qualquer tipo de cultura, de cana-de-açúcar a eucalipto. O geógrafo cita que a ferramenta contribui na “identificação de foco de pragas, de deficiência nutricional da planta, água. Recentemente tem alguns sensores capazes de fazer até a identificação de deficiência nutricional do solo e podendo até chegar a prescrever algum tipo de correção, o produtor soluciona tudo por sensoriamento remoto”.

Outro tema destacado durante os três dias de evento foi “Fisiologia vegetal aplicada à agricultura”, ministrado pelo professor doutor Valdir Zucareli. “Fisiologia é entender como as plantas funcionam, isso é necessário para, a partir desse conhecimento, conseguir manipular a planta para otimizar a produção”, assegura o especialista.

O minicurso foi dividido em duas temáticas: primeiro água e relações hídricas, “o movimento que a água faz do solo para planta e da planta para atmosfera, para otimizar a produção economizando água, pois hoje a água é um dos grandes gargalos da agricultura”, considera Valdir. E a segunda parte foi sobre os hormônios vegetais, “as plantas também têm os hormônios que controlam as funções vitais dela e é preciso entender quais são esses hormônios e como esses hormônios podem ser manipulados também visando aumentar a produção, então hoje é uma ferramenta muito importante da agronomia de modo geral”, garante.

O acadêmico do 3º Semestre de Tecnologia em Produção Agrícola, Zoilto Nogueira Ramires, destacou a palestra sobre estratégias de adubação com fósforo (P) e potássio (K) em lavouras de grãos. Segundo ele, “essa palestra foi mais informativa para mim, para minha área, porque eu mexo muito com pastagem e gado e trabalho na área, eu preciso mexer com adubação de solo para pastagem”.

Para Danilo Renato Santiago Santana, que cursa o 7º semestre de Agronomia, a II AgroTec foi importante para sua formação profissional. “Foi um evento de maior importância para a formação dos acadêmicos e está contribuindo bastante, pois vai ajudar no desempenho dos estudantes quando se formar, no decorrer do exercício da profissão”. (SG)

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran