15/04/2013 08:01

Nutricionista dá dicas para alimentos que dão energia

Alimentação

O consumo de pão é um aliado para dar energia

Raciocínio, memória, capacidade intelectual e física de uma pessoa dependem de uma mente e corpo bem nutridos. O desânimo, muito comum nos dias de hoje, é originado por vários fatores, dentre eles a ausência de minerais, vitaminas, alterações hormonais, consumo de carboidratos simples, gordura saturada e trans, sedentarismo, entre outros. Alguns cuidados básicos com alimentação e hidratação são fundamentais para manter a boa saúde e dar bastante disposição.

A coordenadora do curso de Nutrição da UNIGRAN, Rita de Cássia Dorácio Mendes, afirma que para começar um dia com energia para estudar ou trabalhar, “é essencial realizar o café da manhã para romper o jejum e com isto, ter energia para iniciar as atividades do dia com disposição e energia”.

Segundo a nutricionista, a energia é encontrada nos alimentos e utilizada pelo organismo, “é chamada de caloria e os nutrientes que oferecem calorias são proteína, lipídio e carboidratos. Destes nutrientes destaca-se o carboidrato que oferece a glicose que é o combustível básico para o bom funcionamento do nosso organismo”.

Há dois grupos de carboidratos, os complexos (arroz, pão, bolacha, batata, mandioca...) e os simples (açúcares, mel, melado, refrigerantes, doces...). “Os carboidratos simples oferecem energia mais rápido devido ser mais simples o processo digestivo, mas devem ser consumidos com moderação, pois favorecem a obesidade e o aumento rápido de insulina, podendo levar a resistência insulínica e futuramente o diabetes. Portanto, as pessoas diabéticas não devem consumir os carboidratos simples”, garante Rita Mendes.

Com isso, a professora da UNIGRAN enfatiza que “os alimentos mais indicados para dar energia são os carboidratos complexos e dentre eles as opções com mais fibras são melhores ainda como, por exemplo: pão integral, arroz integral, aveia”.

Rita faz um alerta, pois a alimentação nas diferentes fases da vida deve oferecer de 45 a 65% da energia consumida proveniente de carboidratos. “Na deficiência deste nutriente pode acontecer déficit de crescimento, cansaço, dor de cabeça, mau humor, irritabilidade e em casos extremos de baixo consumo a pessoa pode ter hipoglicemia e desmaiar”, destaca. (SG)

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran