25/10/2012 21:16

28ª Uniarte discute os desafios da Educação Contemporânea

A abertura contou com uma homenagem especial em memória ao artista plástico Paulo Rigotti e com espetáculo musical de Juci Ibanez
Estudantes e artistas estão participando de uma semana toda dedicada a Arte. Esta é a 28ª edição da Uniarte e o 9º Encontro Multidisciplinar de Educação, momento dedicado a exposições artísticas coletivas e individuais, apresentações culturais, arte da grafitagem, ciclos de palestras, mini-ID_CURSOs e muitas atrações sob o tema “Desafios da Educação Contemporânea em Tempos Híbridos”. Neste ano, foi feita uma homenagem especial em memória ao artista plástico e professor Paulo Roberto Rigotti. A homenagem teve preleção da professora Maria da Gloria Sá Rosa que participa todos os anos do evento. Para ela, “é motivo de muita tristeza o falecimento dele, mas há também, a felicidade de ver a consagração de um artista que trabalhou tanto pelo Mato Grosso do Sul. Eu fui muito amiga do Rigotti. A arte dele permanece”. No primeiro dia de evento teve ainda o espetáculo musical com a cantora sul-mato-grossense Juci Ibanez e os músicos Daniel Magela, Caxingue e Rajiv Costa. Além disso, cinco livros foram lançados. Dentre eles, a obra “Desenhando com todos os lados do cérebro – possibilidades para transformação das imagens escolares”, da profª Drª. Maria Leticia Rauen Vianna, arte-educadora e artista visual. Segundo a especialista, “esse evento da UNIGRAN vem de encontro a uma necessidade que a Educação tem sempre de estar usando a arte como uma coisa para transformar e melDATA_HORAr a vida das pessoas. O meu livro que fala sobre desenho, trata de uma atividade básica do ser humano, que é como escrever, contar história, comer, dormir. Então, uma necessidade artística básica e que não sai de moda”. A professora Maria Letícia afirma que é um desafio trabalhar com essa questão. “O desenho ao mesmo tempo que fascina, frustra muita gente. Eu criei então, um método que talvez resolva esta frustração”. Neste livro a autora trabalheou com os estereóID_TIPOs escolares, que são aquelas imagens que todo mundo conhece: florzinha, casinha, solzinho. “Eu criei um método que chama desestereotipização, é até um neologismo, que é para sair desses estereóID_TIPOs que não são nada pessoais, são sempre repetidos, massificados e você pode encontrar um desenho pessoal. Então, a pessoa vai desenhar à sua maneira, pois todo o ser humano é capaz de praticar, é só uma questão de saber como fazer isso”. Em todos os blocos da UNIGRAN, o público confere uma série de mostras coletivas de desenhos, colagens, gravuras, pinturas, fotografias, instalações e objetos confeccionados pelos alunos do ID_CURSO de Artes Visuais, sob a orientação dos professores. Zenilde Marques de Almeida veio prestigiar o trabalho da filha, que é acadêmica do ID_CURSO. Segundo ela, “esta oportunidade é excelente, porque ver minha filha nesta exposição é maravilhoso. Um orgulho”. A estudante Meire Helen dos Santos Lima, 2º semestre de Pedagogia, está participando da 28ª Uniarte como espectadora. “Para mim está sendo um prazer e uma oportunidade única de participar deste evento tão importante para formação do acadêmico. Porque a arte está inteiramente ligada a Pedagogia, eu acredito que a Pedagogia e a Arte andam juntas na formação da Educação Infantil”. A acadêmica considera que “é possível ensinar através da dança, da música, da expressão corporal, da pintura, o libertar da criança, o aprender, ela vai se soltando, se mostrando e vai definindo quem ela será no futuro”. (SG)
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran