20/10/2012 12:39

Parceria entre Unigran e Sindicato Rural oferece capacitação

Antes de plantar, o engenheiro agrônomo precisa planejar cada detalhe da cultura
O cultivo de eucalipto é uma opção cada vez mais rentável para produtores rurais, sejam eles pequenos, médios ou grandes. Pensando em alimentar esse mercado em expansão, a UNIGRAN, em parceria com o Sindicato Rural, ofereceu aos acadêmicos de Agronomia o ID_CURSO de silvicultura com enfoque no cultivo de eucalipto, realizado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). O instrutor do Senar que ministrou o ID_CURSO, Ramiro Juliano da Silva, explica que um dos benefícios de atividades como essa é desmistificar o cultivo do eucalipto. “O eucalipto é cercado de mitos, mas ele está presente na nossa vida todos os dias, desde produtos eletrônicos até farmacêuticos”, esclarece. Vários desses mitos podem dificultar a aceitação do eucalipto pelos produtores rurais. O empobrecimento do solo onde o eucalipto é plantado é o engano mais comum. De acordo com informações da Associação Brasileira de Produtores de Florestas Plantadas (ABRAF), 70% dos nutrientes da árvore, que se encontram nos galhos, folhas e cascas, retornam ao solo como matéria orgânica e ainda contribuem para o controle da erosão. Mato Grosso do Sul, porém, já se encontra no caminho para superar esses pré-conceitos. De todo o espaço rural do estado, em torno de 2,3% é dedicado ao cultivo de várias espécies de eucalipto. “O mercado cresceu muito em função das grandes indústrias que vieram para o nosso estado. Aqui em Dourados, o maior consumo é para energia, para esmagadoras e secagem de soja”, ilustra Ramiro. Para entrar no mercado, não é necessário um grande espaço. O instrutor explica que a partir de três ou quatro hectares, o pequeno produtor já pode começar o cultivo, mas os resultados só chegam depois de seis ou sete anos. Antes de investir no novo negócio, porém, a orientação é sempre procurar um profissional qualificado. “O papel do engenheiro agrônomo é dar assistência técnica para o produtor rural. É função dele também fazer o projeto para apresentar aos agentes financeiros. Existem créditos chamados ABC, Agricultura de Baixo Carbono, e o Brasil tem o compromisso da diminuição da emissão de carbono. O cultivo do eucalipto é uma das atividades que contribui para essa diminuição”, explica o instrutor. Um dos alunos participantes do ID_CURSO foi Diego Thiago da Rocha, 22, do 6º semestre. Ele acredita que participar do ID_CURSO é um grande diferencial. “O ID_CURSO viabiliza um melhor conhecimento na área para os acadêmicos, é mais a prática do manejo do eucalipto. É um diferencial porque é uma atividade nova, tem pouca gente do estado se especializando nessa área”, opina. (TD)
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran