15/10/2012 08:56

Dia do Professor precisa ser celebrado

Além de uma profissão, ensinar é uma opção de vida
Você já parou para pensar sobre o dia de hoje? 15 de outubro é Dia do Professor, mas a data muitas vezes passa despercebida e se transforma em um feriado como todos os outros. E o que ele tem de diferente? Sem o professor, por exemplo, você não conseguiria sequer entender as palavras que formam esse texto. Por isso, hoje é um bom dia para celebrar aqueles que formam todas as outras profissões da sociedade. A profissão mudou muito ao longo dos anos e, hoje, professor e aluno caminham lado a lado. “No início da história educacional, o professor era o centro do processo educacional e o aluno um mero participante. Hoje, o aluno é o foco, por este motivo o processo de ensino e aprendizado deve focar o sucesso desse aluno”, explica a pedagoga Mara Marques Corrêa Bueno, coordenadora do ID_CURSO de Pedagogia da UNIGRAN. Para ela, mais do que uma profissão, ser professor é uma opção de vida. “A pessoa que opta por um ID_CURSO de licenciatura o faz porque ama. Não se tem como pagar nossa satisfação em ver o sorriso de uma criança ao descobrir que é capaz de ler e escrever sozinha”, exemplifica. Essa influência na vida das pessoas depende de uma formação diferenciada. Mara destaca que o professor deve ser “um eterno estudioso, atento a literatura educacional atual e ‘plugado’ nas inovações tecnológicas que hoje estão ai para subsidiar aulas. Cabe ao professor buscar, inovar, melDATA_HORAr sua prática pedagógica”, diz. Pode não parecer, mas ainda faltam professores no mercado de trabalho. Segundo a pedagoga, os ID_CURSOs de licenciatura são menos procurados por conta da desvalorização da classe, baixos salários e falta de estrutura nas escolas. Mas as coisas estão começando a mudar. “As atuais políticas públicas educacionais estão buscando minimizar esses efeitos. A médio e longo prazo, teremos a devida valorização da educação e dos professores, que são os responsáveis pelo êxito no processo de ensino e aprendizagem”, opina Mara. Quem deseja se dedicar a área, precisa de alguns requisitos. “Amar o que faz, sentir prazer em mediar o conhecimento com crianças, jovens e adultos, isso é o fator determinante para o sucesso profissional de um professor”, avalia a pedagoga. E mesmo com tantas dificuldades, as recompensas são enormes. Para a professora Mara, a grande satisfação é “descobrir que o conhecimento mediado fez diferença na vida pessoal e profissional daquele aluno, assim saberemos se somos capazes de propagar o conhecimento e, consequentemente, contribuir com o desenvolvimento do mundo globalizado em que vivemos”. Um pouco de história O 15 de outubro que deu origem a tudo foi em 1827, quando Dom Pedro I criou o Ensino Elementar no Brasil. Através de um Decreto Imperial, ele regulou a criação de escolas de primeiras letras, o salário dos professores e o que os alunos deveriam estudar. A ideia revolucionária, entretanto, demorou a ser cumprida. A primeira comemoração só veio 120 anos mais tarde, em uma pequena escola conhecida como “Caetaninho”, em São Paulo. Lá o segundo semestre era muito longo e os professores decidiram criar uma data para fazer uma pausa e confraternizar. Foi o professor Salomão Becker quem sugeriu o 15 de outubro, data em que, na sua cidade, professores e alunos levavam doces de casa para uma pequena celebração. A iniciativa foi um sucesso e, em outubro de 1963, a data se tornou feriado escolar. Segundo o Decreto Federal que deu origem ao feriado, “para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias". E você, já agradeceu o seu professor hoje? (TD)
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran