02/10/2012 10:21

Estudantes realizam campanha de arrecadação de brinquedos

Brincar é uma realidade infantil que deve ser trazida para o hospital
Levar um sorriso para uma criança internada em um hospital. Esse é um dos objetivos de um grupo de estudantes de Psicologia, que estagiam em hospitais da cidade, e realizam uma campanha para arrecadação de brinquedos em Dourados. Brincar, que é uma atividade tão comum no dia-a-dia de uma criança, deixa de ser tão simples dentro do hospital, e isso acaba dificultando a melDATA_HORA dos pequenos pacientes. O programa de estágio dos alunos do 10º semestre de Psicologia da UNIGRAN oferece o estágio eletivo no Hospital Universitário e no Hospital da Missão, onde os alunos tem a possibilidade de auxiliar no tratamento das crianças. “Considerando que essas crianças estão fora do ambiente de rotina, muitas vezes longe dos pais, levar um momento de distração e lazer contribui para a melDATA_HORA delas”, explica a coordenadora do ID_CURSO, Bruna. Por isso, já há três anos, eles mantém uma campanha constante de arrecadação de brinquedos, que são utilizados para deixar a rotina dessas crianças um pouco mais colorida. Os acadêmicos são responsáveis pela divulgação, recebimento e separação desses brinquedos. “A gente seleciona os brinquedos por idade, por especificidade e qual a proposta que ele pode trazer”, conta. Uma parte das doações auxilia o atendimento às crianças que frequentam o Núcleo de Psicologia, já os brinquedos que vão para as crianças hospitalizadas precisam passar, antes, por uma rigorosa seleção. “Dentro da realidade hospitalar ele não pode ter peças pequenas ou ser absorvível, tem que ser de fácil limpeza e tem que ser seguro para a criança”. Para os estudantes, a experiência é única, especialmente para quem nunca teve o hábito de participar de campanhas de doação, como Anni Kelly Cardoso, 22. “Eu me senti muito realizada. A gente vê a necessidade das crianças, a diferença que faz. Isso é o social que todos devem fazer, especialmente na nossa profissão”, diz. Mas Kelli não é a única que se sente gratificada com a iniciativa. Mesmo quem costuma reunir os brinquedos usados dos filhos para doar para outras crianças, como Cleide Gaspar Zengo, 39, se surpreende com a experiência. “Eu tenho o hábito de doar os brinquedos dos meus filhos e acho de suma importância fazer isso rotineiramente”, diz. Ela destaca, também, que o papel do psicólogo vai muito além das paredes de uma clínica. “Um psicólogo é um agente social. O ser humano é um todo e não necessita só de cuidados psíquicos, mas também físicos e emocionais”, esclarece. Já Anni Kelly lamenta que, alguns dos brinquedos recebidos, muitas vezes não estão em condições de uso e lembra que “doar” não dignifica “jogar fora”. “As pessoas acham que tudo o que é descartável, é para dar. Não é bem assim, tem que saber que o outro vai usar”, alerta. Roupas Além dos brinquedos, durante todo o ano os estudantes também recebem roupas, que são repassadas para os pacientes que mais precisam. “Às vezes a pessoa chega acidentada e não tem roupa para ir embora, ou ela não conta com um período de internação muito grande e não tem como pedir para alguém trazer roupas para ela”, explica a coordenadora Bruna. Os interessados em alegrar o tratamento das crianças com brinquedos ou que tenham roupas para serem doadas, devem procurar a Coordenação de Psicologia da UNIGRAN, no Bloco 3 da Instituição. Mais informações, através do telefone (67) 3411-4109. (TD)
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran