07/09/2012 19:27

Atuação do profissional de Educação Física na Saúde foi destaque em Semana Acadêmica

Palestras e mini-ID_CURSOs marcaram a Semana Acadêmica de Educação Física
Durante a semana, acadêmicos e profissionais de Educação Física se reuniram para trocar informações e se atualizar sobre as novas ações da categoria. Dentre os assuntos abordados na UNIGRAN, estava a questão da “Responsabilidade Civil do profissional de Educação Física na área da Saúde e Educação”. Para falar sobre o tema, esteve presente o vice-presidente do Conselho Regional de Educação Física da 11ª Região/Mato Grosso do Sul – Mato Grosso (CREF11 MS-MT), Luiz Antonio Stopa. Segundo ele, “com a regulamentação da profissão, em 1998, e a divisão da Educação Física em licenciatura e bacharelado, sendo bacharelado para atuar na área da Saúde, nós nos deparamos com algumas realidades que até então não faziam parte da nossa rotina profissional. Hoje, o profissional, atuando na área de Saúde, passa a ser responsabilizado por ações indevidas, por exemplo, trabalhando em hospitais, academias, clubes”. Cometendo algum erro ou ato ilícito, o profissional de Educação Física vai ter que responder em relação a esse ato praticado. O palestrante afirma que é necessário um alerta, pois é necessário entender que, “agora, com a regulamentação da profissão vieram muitos direitos, mas também alguns deveres. E entre eles a responsabilidade civil, sob pena de indenização”. Entre os mini-ID_CURSOs oferecidos os participantes puderam entender um procedimento que é essencial para o profissional de Educação Física, a avaliação física. O professor Marcelo Ferreira Miranda, mestre em Educação Física e conselheiro do Conselho Federal, o Confef, disse que este é o primeiro contato com o aluno, “é fundamental para dar segurança na prescrição do exercício, identifique as características, o histórico de patologias, o objetivo que o aluno tem, inclusive as capacidades e as deficiências. Para que, a partir desta avaliação, montar um treino que seja eficiente, prazeroso e principalmente seguro”. A proposta do ministrante foi de trazer um conteúdo que possa ser aplicado. “A gente encontra na Educação Física métodos de avaliação muito sofisticados, que muitas vezes é inacessível para o dia a dia do profissional na academia ou clube. Então, foi proposta uma rotina que seja acessível e confiável”, afirma. Para ele, “a grande questão é dar segurança para o beneficiário do exercício físico, fazendo a avaliação física, ele vai conseguir aliar a segurança e objetividade do seu treino”. Flávia Chaves Ferle, acadêmica do 4º semestre de Ed. Física da UNIGRAN, aprovou os assuntos abordados durante a semana. “Foi falado sobre responsabilidade civil, que é muito importante, pois os profissionais têm que aprender que é uma área que está sendo muito valorizada e que a gente tem algumas responsabilidades com os nossos beneficiários. E também, foram tiradas algumas dúvidas sobre avaliação, como a avaliação tem que ser feita com bastante cautela, porque não pode ser uma coisa mal feita, tem que tomar certos cuidados e essa junção que a gente tem que fazer com o acompanhamento de um médico, com outros profissionais da área também”, explica. (SG)
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran