03/05/2012 07:56

Doenças Respiratórias em Cães, por Thiago Mariani

É durante o inverno, quando o clima se torna mais seco e frio e quando tendemos a permanecer em ambientes fechados, que a ocorrência de problemas de cunho respiratório é mais acentuada. O mesmo é válido para os animais. Na clínica de pequenos animais percebe-se um crescente número de casos que traz como queixa principal o surgimento de tosse, a qual varia de seca e improdutiva a tosse intensa e produtiva. Os animais, principalmente os cães, perdem o apetite, se mostram mais apáticos e intolerantes ao exercício e quando o fazem, é comum o surgimento da tosse. As causas para este ID_TIPO de ocorrência são amplas e podem envolver diversas estruturas do organismo. Na maioria dos casos a raiz do problema está no trato respiratório e uma rigorosa observação por parte de um médico veterinário é indispensável para avaliar a situação corretamente. É imperioso que o proprietário evite a administração de medicamentos, sobretudo medicamentos destinados a humanos. Em algumas situações a administração de fármacos de forma descabida colabora para a piora do quadro clínico do pet. Assim, o indispensável é a busca por atendimento junto ao médico veterinário. Na grande maioria dos casos o atendimento precoce garante uma rápida recuperação com pequena intervenção. *Thiago Mariani - Médico veterinário do Hospital Veterinário da UNIGRAN
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran