23/04/2012 08:16

Miss e Mister Indígena 2012 são eleitos na UNIGRAN

Vencedores do conID_CURSO Miss e Mister Indígena 2012
Evento busca destacar beleza e tradição em jovens de diferentes etnias A UNIGRAN e a Prefeitura de Dourados realizaram mais uma edição do conID_CURSO Miss Indígena, com uma novidade, neste ano, o Mister Indígena também foi escolhido. A disputa aconteceu durante o VIII Seminário Indígena e reuniu jovens de diferentes idades e etnias atrás de um só objetivo: mostrar a beleza nos traços característicos dos índios da região. “O objetivo principal é mostrar a beleza nos traços culturais da nossa comunidade, valorizar a mulher, o rapaz e os traços característicos de cada etnia”, conta Fernando da Silva de Souza, coordenador do Núcleo de Assuntos Indígenas. Ele explica que o conID_CURSO é dividido em duas partes: uma seletiva interna, na qual os competidores são escolhidos; e uma externa, disputada na UNIGRAN e avaliada pelos jurados, quando são escolhidos os vencedores. Fernando diz que o conID_CURSO é um incentivo também para os competidores, “eles se sentem valorizados e reconhecidos. É uma questão de autoestima, sem dúvida nenhuma”, conclui. O coordenador indígena ainda acrescenta que o trabalho dos vencedores não acaba com o fim do conID_CURSO. “A Miss 2011, Suzeth Freitas, acompanhou quase todos os eventos públicos que nós temos dentro da aldeia e alguns eventos na cidade também. A intenção é que o casal deste ano faça a mesma coisa”, diz. Bárbara Marques Rodrigues, eleita Miss Indígena 2012, tem 19 anos e é da etnia guarani. Segundo ela, as responsabilidades que vêm com a coroa não a assustam, “daqui para frente o objetivo é representar muito bem as jovens da aldeia”, diz. Ela, que já havia disputado no ano anterior, não esconde a surpresa e a alegria com o título. “Estou encantada, maravilhada e muito surpresa”, comenta. Já Cleiton Rodrigues, Mister Indígena 2012, destaca a emoção de ser o primeiro Mister. “É um privilégio muito grande e agora eu quero poder chegar à aldeia e mostrar que qualquer um pode ganhar, assim como eu”, diz. Ele, que tem 20 anos e também é da etnia guarani, lembra que os candidatos não podem se esquecer que o conID_CURSO é mais que uma competição de beleza. “Tem que representar a aldeia, mostrar que é indígena”, afirma. Pedro Pablo Velasques foi um dos jurados e concorda com o Mister. Segundo ele, esta é “uma maneira da comunidade indígena perceber que eles também fazem parte de uma cultura e de um povo”, diz. Ele, que também é indígena, acrescenta que as apresentações foram excelentes nos dois anos em que ele participou e que os candidatos estavam de parabéns. Na categoria Miss, as outras vencedoras foram Edna Aedo Jerônimo, 19, da etnia terena, que conquistou o segundo lugar. Em terceiro, ficou a kaiowá Eliane Juca da Silva, 24. Já entre os Misters, o segundo lugar ficou com o terena Rocleiton Ribeiro Flores, 17, enquanto o kaiowá Miciano Bruno Alves de Garcia, 17, conquistou o terceiro lugar. Confira algumas fotos pelo link: http://www.unigran.br/admin0/album/album.php?album=155&pic=1&ext=.jpg&pag=0 (TD)
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran