01/02/2012 07:56

Fisioterapeuta da UNIGRAN alerta para o uso correto das mochilas

Mochila pesada pode ser vilã da coluna da criança
Com o início das aulas, as crianças ficam empolgadas com os novos materiais escolares e por conta disso levam muitos cadernos, livros e estojos para a escola, o que pode acarretar no sobrepeso da mochila, causando futuros problemas na coluna da criança. Segundo a coordenadora da Clínica de Fisioterapia da UNIGRAN, Simone de Sousa Elias Nihues, as crianças tem um peso limite para a mochila escolar, “o adequado é 10% do peso da criança, então se o filho pesa 30 kg, a mochila deve ter no máximo 3 kg”, o descumprimento pode levar a criança a ter problemas futuros, “porque se exceder e estiver muito pesado, futuramente pode causar algum dano, como a escoliose, que são alterações na coluna e em alguns casos pode causar lesão na placa de crescimento da criança, atrapalhando o crescimento”, explica a fisioterapeuta. Simone alerta para que os pais fiquem atentos ao comportamento da criança, pois em curto prazo ela pode sentir dores musculares, causadas pela compensação da criança para ajeitar a coluna por conta do peso, e em longo prazo o adolescente pode sofrer com problemas sérios na coluna, que é o caso da escoliose. Com isso é bom sempre ter cuidado com a utilização das mochilas, “a mochila mais indicada hoje em dia é a de rodinhas, mas também não pode exceder o peso, por que se não é uma sobrecarga para a criança ficar puxando”, explica a coordenadora. As outras mochilas também podem ser usadas, porém seguindo as indicações de peso. Má postura Quando o adulto perceber que a criança está sentido dores musculares, ele deve observar a origem desta dor, pois às vezes, a causa pode não ser o sobrepeso das mochilas, mas sim a postura da criança, que “está associada ao hábito de sentar errado para assistir televisão, dormir errado, ficar muito tempo em frente ao computador”, estes maus costumes podem causar também problemas na coluna. Os pais devem tentar corrigir estes hábitos, mas se persistir a dor, a criança deve ser levada para realizar uma consulta com um ortopedista. Simone dá uma dica aos pais, “a criança tem que brincar e não ficar somente na frente do computador, de televisão, eles tem que procurar ser bem ativos (...), isso ajuda no desenvolvimento da criança”.
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran