08/11/2011 07:14

Fisioterapia oferece suporte à avaliação do Santos Futebol Clube em Dourados

Acadêmicos prestaram atendimento aos atletas
Há menos de um ano em Dourados, a escolinha de futebol Meninos da Vila fez sua primeira avaliação. A “peneirada” aconteceu no estádio Frédis Saldivar, o Douradão. Para que fosse possível a avaliação dos 220 meninos, a UNIGRAN disponibilizou uma equipe de acadêmicos de fisioterapia para dar apoio nos atendimentos que fossem necessários. Segundo o coordenador da escolinha em Dourados, Mauricio do Prado Lima, as avaliações ocorrem duas vezes no ano, “periodicamente se faz essa seleção, aqui em Dourados foi à primeira vez, são mais de 200 meninos de 8 a 17 anos buscando o sonho de ser jogador profissional”, conta. Prado afirma que a participação dos acadêmicos foi importante para dar suporte aos meninos. Daniela Oshiro, uma das acadêmicas de fisioterapia, explica o atendimento prestado, “durante os jogos de avaliação atendemos as lesões, se um jogador se lesiona dentro do campo, nós avaliamos se ele pode ou não voltar ao campo, prevenindo para que não piore a situação”, conta a acadêmica A ocasião propiciou à Daniela e aos demais acadêmicos da equipe, a oportunidade da prática da fisioterapia esportiva, área que segundo ela é crescente no país. Para os acadêmicos, a experiência gerou conhecimento, já para os meninos, essa era a chance de realizar um sonho. Bruno Henrique, de apenas 10 anos, treina na escolinha há sete meses, e assim como a maioria almeja o status do jogador Neymar. Mas apesar do sonho mantém os pés no chão, “tomara que eu passe, se não passar, que venham outras oportunidades”, disse Bruno. Para selecionar e avaliar a capacidade dos futuros jogadores, o Santos Futebol Clube mantém em sua equipe dois grandes nomes do futebol brasileiro. Antônio Lima dos Santos, o Lima, que jogou na seleção nos tempos de Pelé e o descobridor de talentos como Neymar e Robinho, Roberto Antônio do Santos, o Betinho. Para Betinho, os meninos da região têm outras qualidades que os da baixada santista, “lá os meninos aparecem com uma maior habilidade, aqui já é diferente, eu vejo ótimos zagueiros volantes e goleiros”, conta o olheiro. Mas uma situação tem assustado o clube, de acordo com Lima, golpistas tem se passado por avaliadores e aplicado golpes em famílias. “Estão agindo errado, tomando dinheiro de família. É um golpe. Estão iludindo, então quando aparecer alguém falando que é do clube entre em contato para ver se está autorizado”, alerta o ex-jogador.
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran