03/11/2011 07:48

ID_CURSO de Biomedicina conquista futuros profissionais através de projeto

Atividades como essa ajudam o aluno indeciso a encontrar sua futura profissão
Como forma de divulgar a profissão e promover o ID_CURSO, acadêmicos de Biomedicina da UNIGRAN participam de um projeto em conjunto com diversas escolas da cidade, o “Biomedicina nas Escolas”. O objetivo é explicar para os alunos o que faz o biomédico e por que essa é uma das profissões do futuro. Segundo a professora Lorrayne de Barros, coordenadora do ID_CURSO na UNIGRAN, existe a impressão de que o trabalho do biomédico está limitado aos hospitais, talvez pelo “médico” do nome, mas a realidade não é essa. “O biomédico trabalha sim em hospitais, mas também pode atuar em clínicas, análises, biotecnologia ou mesmo no campo”, explica. Uma das escolas que alinhou seus trabalhos com o projeto dos acadêmicos foi o Colégio Objetivo. Durante a 12ª edição da Feira de Curiosidades, acadêmicos e alunos do colégio trabalharam juntos. A missão dos mais jovens era explicar para os colegas o trabalho do biomédico e, para isso, contaram com amplas pesquisas e a ajuda de quem já está na universidade. “Eles leram um livro sobre as profissões do futuro, trabalharam com essa primeira literatura, e então saíram a campo para conhecer. Eles estão buscando as profissões que, segundo eles, seriam as profissões do futuro”, conta Maria Valdeni Gonçalves, coordenadora geral do colégio. Segundo ela, o diferencial é justamente o próprio aluno apresentando a profissão. “Quando eles passam para o colega, passam na própria linguagem. É mais fácil e se torna mais simples de aprender”, diz. Os alunos, de fato, aprendem muito com a atividade. “Eu não sabia o que era a Biomedicina antes, mas é uma profissão que, para o futuro, estará bem avançada”, é o que conta Pedro Gabriel Barbosa Félix Sobrinho, 14, do 9º ano, um dos alunos a apresentar a profissão de biomédico para os colegas. Maria Valdeni conta que a pesquisa já rendeu frutos. “Um dos alunos que está apresentando a Biomedicina me disse que já descobriu que carreira pretende seguir, e ele ainda está no 9º ano. Mas já se decidiu, com base no que pesquisou. Então atividades assim ajudam aquele aluno que ainda está buscando uma linha a se decidir”, diz. Mas não são somente os alunos do colégio que ganham com a ação. Os acadêmicos também lucram bastante com a experiência. “Desde a graduação o acadêmico deve estar atento as oportunidades do mercado de trabalho e, quando ele faz isso, tem a chance de apresentar os trabalhos que realiza, se envolver mais durante a graduação e fazer contatos profissionais”, diz Lorrayne. A coordenadora enfatiza que o acadêmico aprende a passar informações de uma maneira compreensível, “porque todo aluno, por ser da área da saúde, é um educador. Ele passa informações para a população sobre questões da saúde, para melDATA_HORAr a saúde pública da cidade onde ele reside. Então ele nunca deixa de ser um educador, uma pessoa que transmite conhecimento”, conclui. Uma das acadêmicas que participa do projeto é Kelly Yumi Tomi, 21. Ela, que está no quarto semestre, acredita ser muito importante a iniciativa da divulgação da profissão, por “dar mais visibilidade para o ID_CURSO”. Kelly também comenta que a mensagem foi muito bem transmitida pelos alunos. “Eles estudaram, conheceram sobre o ID_CURSO e estão sabendo direitinho como explicar”, elogia. O projeto Biomedicina nas Escolas para a divulgação da profissão continua, com as escolas que firmaram parceria com o ID_CURSO. Em todas estas instituições, os acadêmicos irão dividir com os alunos suas experiências, seus projetos e os motivos que os levaram a Biomedicina, assim como o que os motiva a permanecer no ID_CURSO. Uma grande ajuda para quem ainda não sabe que profissão seguir.
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran