26/10/2011 08:16

População tem acesso a nutricionistas por meio da UNIGRAN

Para criar o cardápio ideal para cada caso, o Núcleo realiza diversos exames
Acadêmicos e profissionais da UNIGRAN já atenderam mais de 2000 pessoas neste ano Com ritmos de vida cada vez mais acelerados, um problema percebido por muitas pessoas é a falta de tempo para se alimentar. Aliás, não somente se alimentar, mas se alimentar de forma saudável. Quando não é a velocidade do mundo, são antigos hábitos que prejudicam a dieta de muitos, sem distinção de idade. Por isso, um profissional que está ganhando cada vez mais espaço é o nutricionista. O que nem todo mundo sabe, porém, é que o trabalho de quem é formado em Nutrição vai muito além de ajudar os outros a perder peso. E é sobre isso, e sobre o trabalho do Núcleo de Nutrição da UNIGRAN, que fala a nutricionista Andréa Sisdelli. Andréa, que é Coordenadora do Núcleo, explica qual é o principal objetivo da Instituição. “O Núcleo é um atendimento ambulatorial individualizado, que oferece um serviço gratuito a toda a população. O que o Núcleo visa é a promoção da saúde”, conta. Formado por acadêmicos do último semestre, que são supervisionados por profissionais, o Núcleo oferece atendimento nutricional a toda a população. “Qualquer pessoa pode procurar o atendimento, inclusive sem indicação médica”, garante a coordenadora. Ela destaca que não existe idade limite. “Temos crianças e idosos entre os pacientes”, afirma. Para os pequenos, aliás, existe outra abordagem. “Nós elaboramos jogos e desenhos, para que elas [as crianças] vejam a importância daquele cardápio para a própria saúde. Mas também depende muito da ajuda e do apoio dos pais”, diz Andréa A pessoa que deseja ser atendida pelo Núcleo precisa passar pela avaliação do Núcleo de Atendimento Social à Comunidade, o NASC, para depois ser encaminhado aos nutricionistas. “O paciente, então, passa pela sala de triagem, onde é aferido seu peso, altura e circunferência de cintura, que são dados que nós utilizamos para dar o diagnóstico nutricional. Depois ele é encaminhado para uma das acadêmicas, que realiza um questionário para conhecer melhor os hábitos desse paciente, para que elas possam elaborar um cardápio individualizado”, explica professora. Ela conta que esse é um dos grandes tabus que já estão sendo quebrados. O de que existe um cardápio padrão, que é oferecido a todos os que buscam os serviços dos profissionais. Não é isso o que acontece, garante a coordenadora. “O cardápio levará em conta as necessidades energéticas do paciente, suas preferências, o que ele gosta e não gosta de comer, seu ritmo de vida e eventuais patologias”, enfatiza Andréa. Esse é apenas um dos aspectos diferenciados no serviço oferecido pelo Núcleo. Um dos exames realizados é a bioimpedância. “Através desse exame, nós descobrimos o percentual de gordura corporal, de massa magra e de água que a pessoa tem no corpo. Isso ajuda a fechar o nosso diagnóstico”, diz a coordenadora. Ela conta que esse exame não é usualmente oferecido, o que torna único o atendimento fornecido pelo Núcleo. Outra crença que ela garante ser infundada é a de que o nutricionista vai despejar sobre o paciente uma tonelada de comidas “ruins” e caras. “Nós criamos o cardápio com base no que a pessoa relata comer habitualmente, nos horários das refeições e nas comidas que ela não gosta. Por isso a importância do questionário, para que nós possamos conhecer os hábitos e as condições financeiras da pessoa e, dentro disso, montarmos o cardápio”, esclarece. Andréa desmente mais um ponto: o de que nutricionistas são procurados apenas por quem quer perder peso. Segundo ela, existem sim pacientes que são atendidos com essa finalidade, mas não são os únicos. “Nós temos pacientes para ganhar peso e pacientes com patologias que precisam de um tratamento dietoterápico”, exemplifica. Um desses casos é o de Ane Kelly Vieira da Silva, 18. No ano passado ela procurou os serviços do Núcleo. “Perdi 15 quilos em cinco meses”, relata. Dessa vez, ela retornou para tratar de uma inflamação. “O serviço oferecido é de boa qualidade”, confirma. Mas, apesar do grande número de atendimentos (2.109, até setembro), muitas pessoas ainda têm receio de visitar o Núcleo de Nutrição e grande parte, são homens. Segundo um estudo realizado por profissionais do Núcleo, 84,54% das pessoas que procuraram os serviços eram mulheres. Ou seja, de 2.109 pacientes, apenas 326 eram do sexo masculino. Andréa acredita que isso seja uma questão cultural. “Os homens tem certa resistência em vir e fazer uma avaliação. Mulheres normalmente se preocupam mais com a saúde e a estética, por isso acredito que a diferença seja tão grande”, comenta. Para aqueles que ainda adiam a visita ao nutricionista, Andréa sugere uma alternativa. “Carregar uma barrinha de cereal na bolsa, uma fruta, ou mesmo na DATA_HORA do almoço, para quem come fora de casa, preferir um lanche natural ao salgado frito, o suco ao refrigerante”. Andréa lembra que comer muito rapidamente também faz mal. “Se a pessoa mastiga devagar, ela vai se sentir saciada mais rapidamente. Além disso, a mastigação facilita a digestão e absorção dos nutrientes”, diz. O nutricionista trabalha com a reeducação alimentar, tornando o seu serviço indispensável para a saúde. “Nosso trabalho é diferenciado justamente por causa disso. Muitas vezes as pessoas aderem a fórmulas malucas, perdem peso muito rapidamente, mas porque pararam de comer. Nosso trabalho não é assim, rápido, é de reeducação. O paciente vai modificar sua alimentação, para que seu organismo se acostume àquela quantidade de alimento e isso dura o resto da vida”, finaliza Andréa. O Núcleo de Nutrição atende de segunda à sexta, das 13h às 17h, mas as consultas podem ser agendadas até as 18h. É possível também entrar em contato por meio do telefone (67) 3411-4214 ou no próprio Núcleo, localizado na rua Antônio Emílio de Figueiredo, próximo ao Fórum.
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran