29/10/2010 08:26

Fisioterapeuta é profissional essencial no atendimento de internação domiciliar

Leonardo Capello Filho, professor da UCDB, foi o palestrante que tratou sobre Home Care na UNIGRAN
Tratar o paciente em casa, sob cuidados de familiares e equipe multidisciplinar. Essa nova assistência, denominada como Home Care, vem ganhando força cada vez mais no mercado, inclusive no Sistema Único de Saúde (SUS). Em Mato Grosso do Sul, essa técnica é oferecida somente em Campo Grande, por empresas privadas e convênio, mas a tendência é que ela se amplie para os demais municípios do Estado. Home Care foi assunto de debate no último ciclo de palestras promovido pelo ID_CURSO de Fisioterapia da UNIGRAN, na noite de quarta-feira. Esse ID_TIPO de atendimento não é novidade entre os profissionais da área da saúde. No Brasil, ela teve impulso juntamente com a Política Nacional de Internação Domiciliar (PNID), lançada em 2006 pelo Ministério da Saúde. O fisioterapeuta Leonardo Capello Filho, professor da UCDB, foi o palestrante que tratou do Home Care na UNIGRAN. Segundo ele, existem casos crônicos de pacientes em que é preferível tratar em casa, sob assistência dos familiares. Em caso de quadros como esse, é transferida para a residência inclusive uma Unidade de UTI, se necessário. “O custo de um tratamento domiciliar sai mais barato se comparado ao hospitalar”, garante o fisioterapeuta. A proposta do Home Care consiste em propiciar atendimento humanizado que melhore a recuperação, permitindo maior autonomia aos pacientes e às famílias durante o tratamento. Com isso, a expectativa é permitir a otimização na utilização dos leitos hospitalares e reduzir o risco de intercorrências e infecções de pacientes em longas internações com cuidados de média complexidade(consultas, exames e alguns procedimentos cirúrgicos). De acordo Capello Filho, o fisioterapeuta é a base da assistência domiciliar. A constatação se dá ao tratamento necessário ao paciente nas áreas da fisioterapia pulmonar e motora, por exemplo. “Muitos municípios, em todo o país, ainda não possuem Home Care pelo SUS, mas os convênios estão se voltando para esses tratamentos”, pontua o fisioterapeuta. O atendimento no lar é feito por equipes multidisciplinares composta, cada uma, por médico, fisioterapeuta, enfermeiro, auxiliar e técnico de enfermagem, nutricionista, assistente social e fonoaudiólogo. As visitas são periódicas e o intervalo entre uma e outra depende do quadro clínico de cada paciente. (FV)
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran