05/08/2002 17:07

Extensão: Programa "Fisioterapia na Família" leva acadêmicos aos bairros mais carentes.

O estágio nesse programa fortalece o aprendizado dos acadêmicos e possibilita conhecerem a realidade em que vive uma parte da população.
A Clínica-Escola de Fisioterapia da UNIGRAN começou hoje a operar o programa de extensão “Fisioterapia da Família”, um dos projetos elaborados na área da Fisioterapia Social que estão sendo postos em prática progressivamente desde o ano passado, com o objetivo de proporcionar atendimento fisioterápico à população carente de Dourados. Em 2001, o ID_CURSO iniciou um trabalho de educação postural, visitando mais de 400 famílias em vários bairros e distribuindo uma Cartilha Preventiva, com orientações sobre como evitar problemas de saúde decorrentes da má postura e da realização inadequada de tarefas do ponto de vista ergonômico, tais como varrer, passar ou lavar roupas em tanque etc. Ainda na área social, os acadêmicos do ID_CURSO desenvolvem atividades de extensão no “Lar do Idoso” e um programa orientado para a Terceira Idade, na Clínica de Fisioterapia, onde também assistem gratuitamente pacientes financeiramente desfavorecidos em diversas especialidades. O coordenador da Clínica-Escola de Fisioterapia, professor José Ronaldo Veronesi Junior, explica que o programa “Fisioterapia da Família” – por meio do qual os estagiários do ID_CURSO desenvolverão terapias na própria casa dos pacientes – oferece a oportunidade de tratamentos de saúde àquelas pessoas que não têm sequer como se locomover até a Clínica da UNIGRAN. “Observando essa dificuldade, nós vamos prestar atendimento aos pacientes nas suas próprias casas, inclusive levando os equipamentos necessários, de modo semelhante ao Programa de Saúde na Família (PSF), em que outros profissionais de saúde também atuam nos bairros”, disse o professor que estará na supervisão desse programa. Ele ressalva que os casos mais graves encontrados deverão ser tratados na Clínica da UNIGRAN, que providenciará o transporte da pessoa necessitada. Nos outros, o procedimento básico dos estagiários consiste em fazer diagnósticos chamados cinesiológicos-funcionais, que determinam o ID_TIPO de tratamento a ser recomendado para cada paciente: cinesioterapia, eletroterapia, termoterapia, reeducação postural e outros. Esse programa começou a ser executado por um grupo de vinte acadêmicos, que trabalham em duplas para beneficiar um maior número possível de famílias carentes. Para o professor José Veronesi (1º à direita na foto), a participação dos acadêmicos nesse programa de extensão servirá não só para fortalecer o aprendizado de técnicas e conhecimento específicos como também para o desenvolvimento de um sentido de compromisso social, um aspecto fundamental das profissões da área da saúde.
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran