20/07/2002 16:52

Laserterapia: Programa de Estágio pode ajudar mais pessoas.

O estagiário Marcelo Acamine inicia o tratamento para curar o ferimento que incomoda Sônia Camolez desde 1999.
A notícia dos bons resultados alcançados até agora pelos pacientes do “Programa de Laserterapia”, da Clínica-Escola de Fisioterapia da UNIGRAN, se espalhou com a divulgação de uma matéria sobre esse novo método de cicatrização de úlceras crônicas na pele, que é oferecido gratuitamente pela Instituição a pessoas que não podem arcar com o tratamento em clínicas particulares. No início do mês, os jornais de Dourados mostraram o contentamento do borracheiro Dorileu Petrieli, que, em dois meses de tratamento, está vendo os efeitos “quase milagrosos” do raio laser na cicatrização de uma ferida em seu pé direito. Depois disso, várias pessoas começaram a procurar este serviço da UNIGRAN. A funcionária pública estadual Sônia Almeida Camoles, de 45 anos, é uma das pessoas que souberam do Programa de Laserteapia e iniciou o tratamento de uma úlcera intermitente em sua perna esquerda. A ferida foi ocasionada por um acidente de motocicleta em 1999. “Às vezes, ela se fecha, mas há um mês e meio ela voltou novamente. Essa é a terceira vez que isso acontece”, disse a nova paciente do Programa quando se preparava para sua primeira sessão de laserterapia, na semana passada. Tomando-se outros casos como referência, e os devidos cuidados médicos paralelos, o problema dela deverá estar resolvido definitivamente em poucos meses. O coordenador da Clínica-Escola de Fisioterapia, professor José Ronaldo Veronesi Júnior, reforça que os médicos da região podem fazer o encaminhamento de pacientes, com a ressalva de que o atendimento gratuito só poderá ser iniciado após a comprovação da carência do provável paciente. “Temos seis pacientes em tratamento, mas podemos atender mais pessoas porque temos disponibilidade de horários, de aparelhagem e de acadêmicos que estão ansiosos para participar desse trabalho”, disse o professor Veronesi. Prática profissinal. A vontade dos estudantes de Fisioterapia em participar do Programa de Laserterapia – que é realizado em parceria com a Universidade Federal de São Carlos, SP, sob orientação do doutor Nivaldo Parizzoto – advém da oportunidade de praticar uma técnica avançada de cura. O professor José Ronaldo esclarece que o laser potencializa a energia celular, pelo aumento da quantidade de moléculas de ATP (adenosina tri-fosfato), que é o combustível das células e favorece a aceleração do processo de multiplicação celular. A aplicação dessa luz, de matiz avermelhado, também faz surgir novos vasos, melDATA_HORAndo a irrigação sangüínea na região da ferida. Esse efeito é notável na paciente Maria Genilda Oliveira Jara Fernandes, de 46 anos. Quando iniciou o tratamento da úlcera venosa (decorrente de má circulação) que apresenta em sua perna esquerda, toda a pele da região da ferida apresentava-se acentuadamente escurecida. Depois de dois meses sob os cuidados da Clínica da UNIGRAN, a pele ao redor do ferimento adquiriu um saudável tom róseo. “Já houve uma melDATA_HORA significativa. A coloração da perna melhorou muito e agora estamos conseguindo atingir a úlcera”, relata o acadêmico Marcelo de Lima Acamine, que faz as aplicações de laser na paciente. “Luto com isso faz 30 anos, já tentei enxerto, mas caiu; e vários outros tratamentos em São Paulo, mas não deram certo. Desta vez estou confiante”, conta esperançosa dona Maria Genilda.
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran