08/10/2009 13:43

Jornada de Biomedicina é aberta com seminário sobre atuação profissional

Professores da saúde da UNIGRAN e diferentes instituições do país debatem a formação continuada do Biomédico
A VII Jornada Acadêmica de Biomedicina da UNIGRAN foi aberta nesta quarta-feira com palestra da coordenadora do ID_CURSO, Valdelice Burgos, que falou sobre a vida profissional no mercado de trabalho. Profissionais de Dourados e região e pesquisadores de outras instituições participam do evento, que durante três dias debate a formação continuada. A programação, até sexta-feira, conta com oito palestras e cinco mini-ID_CURSOs. O ID_CURSO de Biomedicina da UNIGRAN é pioneiro no estado de Mato Grosso do Sul. Cinco turmas já se formaram. “Temos colocado grandes profissionais no mercado de trabalho. Muitos deles seguiram a carreira acadêmica e fazem mestrado e doutorado em outros estados. Outros passaram em conID_CURSO público ou estão atuando em diferentes laboratórios”, disse a coordenadora, argumentando que o mercado de trabalho é grande para o biomédico. Por oferecer duas habilitações – análises clínicas e análises ambientais – o ID_CURSO de Biomedicina é dotado de modernos laboratórios onde os acadêmicos desenvolvem estágio supervisionado na prestação de serviço em análises clínicas gratuitos à população. No ano passado forma feitas 11 mil exames. Esse ano atingirá o índice de 12 mil. “Tudo o que vocês conhecem aqui [UNIGRAN] na teoria e na prática vão aplicar no mercado de trabalho. Podem ter a certeza que estamos avançados na qualidade de ensino e na formação profissional”, disse Valdelice Burgos. Ela convidou o biomédico José Prado Mansur para falar sobre as oportunidades de estágio e a relação interdisciplinar com os profissionais da saúde. O biomédico, desde a implantação do ID_CURSO da UNIGRAN, oferece estágio aos acadêmicos de Biomedicina. Mansur abordou ainda a ética profissional, os desafios de trabalho em equipe em laboratórios e a relação profissional com o paciente. PALESTRA O pesquisador Messias Miranda Júnior, doutorando em Biotecnologia pela Unesp, foi um dos palestrantes do primeiro dia da Jornada de Biomedicina. Com o tema “Fermentação industrial”, ele falou da sua experiência de trabalho no processo da produção de etanol nas usinas. Essa área, segundo o pesquisador, carece de profissionais no mercado. O doutorando explicou que o segmento de fermentação é vasto, podendo o biomédico atuar na produção de antibiótico, inseticida, etanol, vacinas, hormônio, entre outras, que requer cada vez mais profissional dedicado para desenvolver novas pesquisas. (FV)
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran