19/06/2002 15:58

"I Arraiá UNIGRAN da Melhor Idade" supera expectativas.

A quadrilha, primeiro só com integrantes da terceira idade, arrancou demorados aplausos. Ao final, os acadêmicos também entraram na roda.
O “I Arraiá UNIGRAN de Melhor Idade” superou todas as expectativas de participação de um grupo de pessoas idosas e dos acadêmicos do 3º ano de Fisioterapia. A festa junina que eles organizaram hoje de manhã teve canjica, amendoim, cachorro-quente, correio elegante e pessoas com mais de 60 anos brincando como crianças de arremessar bolas na “boca do palhaço” para ganhar brindes. Tudo animado com muita música, apresentações de Quadrilha e um baile à plena luz do dia. Sem modéstia, o serigrafista Silvano Patzlaff diz que aos 60 anos ainda é um par disputado para as danças. “Eu sou um dos melhores bailarinos da terceira idade, todo mundo gosta de dançar comigo. Mas é isso mesmo, a gente tem que dançar e se divertir, fazer amizades”, ensina. Essas pessoas sabem o valor das coisas mais simples da vida. “Quando nós éramos novos, a gente não tinha a oportunidade que a gente está tendo agora. Eu mesmo não tinha, vivia só para trabalhar. Essa festa está uma maravilha”, disse Maria Aparecida Alves Silva, de 60 anos de idade. Dona Adelina Aparecida Campos Pereira, 61, emenda: “Isso aqui é uma higiene mental para nós, idosos, é maravilhoso. Todo mundo está alegre, contente e feliz”, disse. Eles também sabem reconhecer o carinho e a atenção que recebem. “Eu nunca esperava que fosse ser tão bem tratada assim. Nossa, como eu gostei do povo daqui, são todos muito legais”, declarou dona Aliste Carvalho Xavier, 60. Ela é uma das pacientes do Programa de Qualidade de Vida para Terceira Idade, que é desenvolvido todas as quartas-feiras na Clínica de Fisioterapia da UNIGRAN, onde os estudantes atuam como estagiários e ministram exercícios fisioterápicos que ajudam a prevenir contra doenças. “Essa turma de jovens está botando os véios para ficarem novos, né”, brinca e ri o senhor Otacílio Rodrigues Siqueira, 69, pai de sete filhos e padrasto de outros sete. A sua segunda esposa, dona Elza Fernandes, 61, acompanha o marido em todas as ocasiões. “Nossos filhos estão todos casados e a gente vai ficar em casa sozinhos? Tem de ter alguma coisa para se distrair”, diz ela, observando que já passou por muitos problemas na vida e que a diversão evita ficar recordando as coisas negativas. Para o coordenador da Clínica de Fisioterapia, o professor José Ronaldo Veronesi Júnior, a alegria e a diversão são elixires contra muitas doenças, na medida em que ajudam a diminuir o estresse. “Com certeza, por isso nós objetivamos trazer bastante alegria e bastante harmonia para eles”, falou. Ele se disse muito contento com o sucesso da festa, que é, na verdade, um evento integrado ao programa que o ID_CURSO vem desenvolvendo para a melhoria da qualidade de vida na terceira idade. “Esse programa traz uma série de benefícios àquelas pessoas que se encontram em uma faixa etária predisponente a patologias, nós fazemos alguns exercícios para melDATA_HORAr a circulação, a capacidade respiratória e muscular para evitar esses problemas”, explicou. O supervisor desse trabalho, o professor José Celso Martins Rocha Junior, da disciplina de Fisioterapia Geriátrica, também ficou muito satisfeito com o resultado da festa junina e com o envolvimento dos estudantes. Ele observou que a maioria das mensagens do Correio Elegante foi enviada aos acadêmicos, todas com textos carinhosos e de agradecimento. José Celso observa que essa demonstração afetiva se deve ao tratamento diferenciado que se está dando aos idosos na Clínica. “Durante o programa, cada paciente tem um ou dois estudantes para orientar os exercícios, pegar no braço e dizer: é assim que se faz. Esse trabalho é diferenciado do que eles estão acostumados a ter”, disse.
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran