08/06/2009 15:24

Fisioterapeuta tem papel importante na perícia do trabalho

Professor da UNIGRAN, José Ronaldo Veronesi lançou seu quinto livro, dia 5, em uma prestigiada noite de autógrafos.
O fisioterapeuta como destaque na perícia do trabalho. Essa é a constatação dos magistrados da Vara do Trabalho de Dourados Marco Antonio Mendes, Marcelo Baruffi e Antônio Arraes, que participaram do lançamento do livro “Perícia Judicial para Fisioterapeutas”, do professor José Ronaldo Veronsi Junior, na sexta-feira, no anfiteatro da UNIGRAN. Uma área ainda dominada por médicos, a perícia do trabalho ganhou nova visibilidade depois que Veronesi adotou nos laudos periciais métodos que apontam falhas e indicam ações para as empresas buscarem qualidade de vida aos trabalhadores, e assim evitar problemas com a Justiça do Trabalho. José Ronaldo Veronesi Junior é perito da Justiça do Trabalho há dez anos, sendo o primeiro fisioterapeuta do país a atuar nessa área. O lançamento da sua obra contou com a participação de colegas da profissão, a coordenadora do ID_CURSO de Fisioterapia da UNIGRAN, Ângela Midori de Oliveira, familiares e dos juizes do trabalho, que tem Veronesi como um colaborador de forma decisiva na justiça, na condenação do empregador e no prognóstico das doenças de trabalho. O juiz Marco Antonio Mendes destaca a obra pela relação do empregador com o empregado, que não é uma máquina, tendo limite e esforço. O magistrado diz encontrar visão humanista nos laudos de Veronesi por apontar falhas do empregador, como também ao propor alternativas para corrigir as deficiências que causam prejuízos a empresa e ao funcionário. E é com a visão diferenciada e humanista de realizar a perícia que o juiz Marcelo Baruffi observa a diferença do laudo expedido por um médico e por um fisioterapeuta. “O fisioterapeuta enxerga o movimento, tem visão preventiva das doenças, enquanto o médico, talvez, cultue a visão antiga de curar as doenças”, comentou o magistrado, mencionando ainda que o fisioterapeuta antecipa prováveis doenças à saúde do trabalhador. “E as obras de Veronesi é justamente isso, tem critérios e métodos científicos para analisar a maneira, a postura, a velocidade, a carga que o trabalhador está submetido no meio ambiente do trabalho”. Veronesi explica que se as empresas adotassem medidas de atenção à saúde do trabalhador evitaria problemas com a justiça, sobretudo ofereceria bem-estar aos funcionários. Ele diz que perícia do trabalho de um fisioterapeuta exige grandes responsabilidades e para isso os profissionais adotam as mais inovadoras técnicas para obter respaldo científico na decisão do juiz. A Obra O livro está sendo lançado nas principais capitais brasileiras e já foi destaque na cidade de Recife. Na semana que vem será lançada em Curitiba. “Perícia Judicial para fisioterapeutas” é alinhada a um pensamento metodológico e técnico e traz uma retrospectiva histórica da Fisioterapia com a sua Legislação especialista da atuação profissional em perícias judiciais, e do assistente técnico judicial. O livro relata ainda os conceitos da norma técnica da Avaliação de Incapacidade Laborativa do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), e trata exclusivamente em um capítulo sobre a Ler/Dort – Lesões causadas por esforços repetitivos ou traumas no sistema músculo-esquelético. O autor tem cinco obras publicadas. (FV)
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran