19/03/2008 20:19

Acadêmicos de Fisioterapia realizam projeto de extensão no Hospital Universitário.

Alunos do 3º semestre informaram visitantes e pacientes do HU sobre contágio e tratamento da tuberculose e da hanseníase, nesta quarta-feira
Alunos do terceiro semestre de fisioterapia da UNIGRAN visitam o Hospital Universitário de Dourados, e falam às pessoas sobre tuberculose e hanseníase. Informar sobre os sintomas, transmissão, prevenção, tratamento e características das doenças é meta do projeto de extensão em educação em saúde, denominado “Atenção Primária na Tuberculose e Hanseníase”. O trabalho começou em 2007 e é desenvolvido por acadêmicos do primeiro ano, como atividade de duas disciplinas - Saúde Humana e Microbiologia e Imunologia. “Os alunos que tiveram preparo, buscando na literatura informações sobre essas doenças e montando material de apoio, agora estão divulgando esse conhecimento para que a população obtenha informações sobre as doenças”, disse a professora Juliana da Silva Agostini, supervisora do projeto juntamente com a professora Pollyanna Borges. A tuberculose e a hanseníase são transmitidas pelo ar e podem levar o indivíduo à morte, mas têm tratamento. “São duas doenças emergentes, que se descobertas no início podem ser totalmente curadas. É importante divulgá-las porque quanto mais a população fica sabendo sobre o assunto, há menos riscos de exposição a elas, as pessoas descobrem que estão infectadas no início e fazem um tratamento adequado”, reforçou Juliana. Para Idalice de Lima Vaz Moller, o projeto faz com que os acadêmicos exerçam uma função social. “Alunos que estão cursando a faculdade, já estão levando o que aprendem para a comunidade, o que acontece muito, hoje em dia, é a falta de comunicação – às vezes, você acha que uma doença é incurável, e com essas iniciativas fica esclarecido que não, projetos como esse são de fundamental importância para todos nós”, disse a senDATA_HORA, que reside na cidade de Itaquirai. O projeto é importante também para os alunos. Através dele, conhecimentos teóricos são agregados à prática profissional. “Na faculdade, nós ficamos dentro da sala de aula, e esse projeto traz contato com a população, acabamos passando o que aprendemos e o melhor é que adquirimos um contato profissional”, falou o aluno Carlos Aparecido Sérgio de Lima. Na próxima visita, prevista para a próxima semana, os estudantes farão o mesmo trabalho em Posto de Saúde da cidade. “Esse contato acrescenta bastante à nossa formação profissional - vivenciar a realidade dos pacientes é extremamente importante, é a partir daí que podemos alcançar nossos objetivos, como o de aprender e tratar nossos pacientes de maneira eficiente”, disse a acadêmica Patrícia Rezende Ferreira. (MC)
Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran