21/11/2001 16:36

O comércio exterior como plataforma de desenvolvimento de uma região.

A importância do projeto de criação de uma Estação Aduaneira Interior, Dourados, proposta pelo deputado estadual (MS) e presidente de honra UNIGRAN, engenheiro Murilo Zauith, é tema do artigo escrito pelo coordenador do ID_CURSO de Administração de Empresas da Instituição, Alexandre Hamilton Oliveira Santos. O professor traça um perfil sócio, econômico e cultural de Dourados e fala das novas oportunidades de progresso que esse Porto Seco pode abrir para toda a região sul do Estado.

FOTO: O secretário da Receita Federal, Everardo Maciel, já aprovou a idéia. Ele recebeu em Brasília o professor Alexandre Hamilton (à direita do secretário), que esteve acompanhado de representantes da Associação Comercial de Dourados (empresários Junge Myiakawa, Luiz Zarpelon e Nílson dos Santos), do vereador Paulo Falcão e do deputado federal Marçal Filho, e do diretor da UFMS/Dourados, Omar Daniel.



CENÁRIO INTERNACIONAL

Recentemente, pudemos acompanhar uma sucessão de acontecimentos sem precedentes no ambiente das relações internacionais, a saber: o agravamento da crise econômica de um país em virtude de ataques terroristas - a tragédia do World Trade Center, em Nova Iorque, Estados Unidos.

Como é de conhecimento de todos que acompanham os eventos econômicos no cenário internacional, os Estados Unidos já apresentavam, antes dos acontecimentos citados, problemas em sua economia, cujo crescimento há alguns anos tem sido surpreendentemente constante.

Quando muitos demonstravam euforia, grande parte dos críticos e analistas de política econômica internacional apresentava preocupações com o crescimento exacerbado da economia americana. Tanto que o próprio presidente do Federal Reserve (Banco Central americano) – Alan Greenspan – muitas vezes teceu comentários marcados por cautela quando inquirido acerca do futuro da economia americana, pois muitos indícios já sinalizavam que a bolha de progresso um dia poderia estourar.

Bem, o fato é que, em decorrência do processo de globalização, todas as economias mundiais tornaram-se muito dependentes da performance da economia americana. Trata-se de uma rede, ou mesmo uma orquestra, cuja integração “harmônica” é tão intensa que tudo que acomete a um país, seja no campo político, social ou econômico repercute noutro. Assim, considerando que o consumo nos Estados Unidos encontra-se em processo de retração (é maior importador mundial), todos os demais países estão sofrendo, em maior ou menor grau, o impacto deste processo por que passa a maior economia do planeta.

Os eventos econômicos mencionados podem representar ameaças para alguns, mas, sem dúvida, se configuram como extraordinárias oportunidades de negócios para outros. É o caso do Brasil, cujas atividades de comércio exterior são ínfimas se comparadas a alguns outros países, também tidos como emergentes, da comunidade internacional.

CENÁRIO NACIONAL

Tais fatos levaram o Governo Brasileiro a incrementar programas de incentivos a exportações, buscando melhor capacitar empresas exportadoras, por intermédio de formação de consórcios de exportação (reunião de empresários de mesmo segmento) e outras modalidades, a fim de disseminar a cultura exportadora em todo país.

Atentos às mudanças, muitos municípios têm buscado encontrar nas atividades de comércio exterior um instrumento de alavancagem de suas economias. É o caso do Dourados, MS, onde estão ocorrendo significativas iniciativas, tanto por parte do meio empresarial (Associação Comercial e Industrial de Dourados) quanto político (Deputado Estadual Murilo Zauith), a fim de encontrar outras alternativas em termos de desenvolvimento.

Por que é viável um Porto Seco em Dourados?

Dentre vários fatores, alguns se destacam no respaldo à implantação de um Porto Seco em Dourados, quais sejam:

* Localização geográfica privilegiada

Dourados dista 200 quilômetros da Capital do Estado e está situada a cerca de 220 km do Paraguai. Possui entroncamento rodoviário de acesso aos principais centros do país. Sua localização estratégica é propícia, em termos de oportunidades, a projetos que visem explorar negócios no Mercosul e Mercoeste.

Distâncias Rodoviárias entre Dourados e alguns grandes centros:

Campo Grande (MS) – 224 km; São Paulo, Capital – 1.006 km; Brasília (DF) – 1.352 km; Curitiba (PR) – 907 km; Cuiabá (MT) – 912 km; Porto Alegre (RS) – 1.294 km; Florianópolis (SC) – 1.214 km; Assunção, Paraguai – 720 km; Buenos Aires, Argentina – 2.673 km.

* Presença abundante de Matérias-primas: grãos, cereais e carnes

Tal condição proporciona oportunidades de inserção e consolidação num mercado que se apresenta como sendo o mais promissor em termos de comércio exterior para países em desenvolvimento como o Brasil: agronegócios. Além disso, nenhum outro país tem condições tão satisfatórias nesse ramo quanto o Brasil, pois possui grande extensão de terras férteis e habitáveis; admirável riqueza hidrográfica; clima tropical; inesgotável fonte energética: o sol. Além disso, o Município de Dourados é:

- o maior produtor de milho;

- 1° produtor de mel-de-abelha;

- 2° produtor de soja;

- 2° rebanho suíno;

- 2° efetivo de aves (galinhas, galos, frangos e pintos);

- 3° produtor de trigo;

- 4° produtor de arroz;

- 4° produtor de ovos de galinha;

- 6° produtor de leite;

- 7° produtor de mandioca;

- 15° produtor de casulo do bicho-da-seda.

* Condições satisfatórias de Infra-estrutura básica

Dourados e a sua região dispõem de redes de água, de energia elétrica, de telecomunicações e sistema viário ideais.

* Dourados: Cidade Universitária

Considerando a sua população que gira em torno de aproximadamente de 170 mil habitantes, Dourados é uma cidade privilegiada também no quesito Educação, pois já possui cinco instituições de ensino superior, as quais todos os anos formam turmas em mais diversas áreas do saber.

* Dourados: Centro de Médico

O ID_CURSO de Medicina, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (unidade de Dourados) representa uma significativa conquista de todos os Douradenses, pois veio coroar uma outra condição privilegiada de Dourados que é a presença de expressivo número de organizações prestadoras de serviços na saúde e também de profissionais das mais diversas especialidades que atuam em hospitais, clínicas, laboratórios, consultórios em Dourados. São profissionais vindos de várias partes do país, aproveitando as suas oportunidades de carreira. A realidade de Dourados, em números, é a seguinte:

- 27 unidades básicas de saúde;

- 09 hospitais com 600 leitos

- 01 maternidade com 56 leitos

- 01 hospital-escola (Santa Casa) com 150 leitos (em fase de equipagem)

* Associação Comercial e Industria de Dourados - ACID

É importante destacar a admirável atuação da ACID na busca de oferecer novos rumos para o destino da cidade de Dourados e Região. Cabe ressaltar a iniciativa da Associação ao criar os conselhos, abaixo mencionados, os quais foram empossados recentemente:

- Conselho de Permanente da Mulher Executiva e Empresária

- Conselho Permanente do Jovem Empresário

- Conselho de Comércio Exterior

Dando destaque especial ao Conselho de Comércio Exterior, cabe citar que este Conselho é o primeiro do Estado de Mato Grosso do Sul e visa, dentre muitos objetivos, a promover encontros freqüentes entre todas as empresas atuantes em atividades de importação e exportação de Dourados e Região, conceber e apoiar projetos como de implantação da Estação Aduaneira Interior em Dourados (Porto Seco) no Município, proporcionar realização de ID_CURSOs sobre Comércio Exterior em Dourados e Encontros de Profissionais da área e, por fim, realizar debates acerca de alternativas para incremento do Comércio Exterior no Município e Região como instrumento de desenvolvimento econômico local.

A ACID tem sido uma entidade fundamental no que concerne liderança de empresários para implantação de projetos inovadores e também de integração das empresas com as universidades. Exemplos bastante ilustrativos são:

- Projeto Despertar para o Trabalho que tem reunido mais de 120 pessoas todas as segundas às 07h da manhã no auditório da ACID.

- Projeto Roda Empresarial, onde empresários têm a oportunidade de receber novas informações a respeito das mudanças que estão ocorrendo no mercado e debater sobre a realidade empresarial de Dourados.

- Semana do Empreendedor, evento este promovido pelo Centro Universitário da Grande Dourados, especificamente, pelo ID_CURSO de Administração de Empresas daquela universidade, em parceria com a Associação, e que tem como objetivo proporcionar maior integração da universidade com as empresas regionais e estaduais, oportunizando exposições produtos e serviços de empresas locais e debates de temas que digam respeito à realidade do Estado. Sua média de público é de 700 pessoas.

* Empresas de Comércio Exterior atuando em Dourados e Região.

Dourados e Região possuem, atualmente, de acordo com dados da Receita Federal, noventa empresas atuando em atividades de importação e exportação.

* Arrecadação de Impostos.

Dourados é o Município que ocupa a segunda posição em termos de arrecadação de impostos em Estado de Mato Grosso do Sul

* População

Concernente à população de Mato Grosso do Sul, cinqüenta e quatro por cento dela concentram-se em seis cidades, sendo que, Dourados é a segunda cidade mais populosa do Estado:

- Campo Grande: 665.206 habitantes.

- Dourados: 168.349 habitantes

- Corumbá: 90.435 habitantes

- Três Lagoas: 79.521 habitantes

- Ponta Porã: 64.966 habitantes

- Aquidauana: 41.007 habitantes

* Malha Rodoviária de Dourados

BR 163 – Campo Grande / Dourados / Naviraí

BR 463 – Dourados / Ponta Porá

BR 267 – Porto XV / Porto Murtinho

BR 376 – Fátima do Sul / Vicentina

* Potencial Cultural – Reserva Indígena

Dourados apresenta também significativas vantagens em termos culturais, pois tem duas áreas indígenas, cuja população de 9.000 guaranis (das etnias Nhandevá e Kaiowá) e terenas (FUNASA – 1999), habitam três aldeias:

- Jaguapiru (5km do centro)

- Bororó (5km do centro da cidade)

- Panambizinho (20 km do centro)

Um dado que é destaque nacional e motivo de orgulho para Dourados: a cidade tem o maior número de estudantes indígenas realizando ID_CURSOs superiores. Em 2001, a UNIGRAN, que dentre todas as universidades brasileiras é a que mais tem alunos indígenas, tem 71 alunos indígenas matriculados. Todos têm bolsas de estudo pagas, metade pela Funai (Fundação Nacional do Índio) e metade pela própria UNIGRAN. Esses alunos estão nos ID_CURSOs de Administração Rural, Administração de Empresas, Direito, Psicologia, Pedagogia, Letras e outros.

Tal condição faz de Dourados um Município com expressivo potencial turístico haja vista todos os anos muitos turistas alemães, holandeses, canadenses visitarem as aldeias.

Cabe destacar, também, a prática de esportes dos indígenas douradenses, cujas participações em competições nacionais têm contribuído para divulgar o nome do Município em âmbito nacional.

Enfim, todos podem notar que Dourados é um Município que apresenta mais do que suficientes condições para ter uma Estação Aduaneira Interior (EADI) ou Porto Seco. Foram relatados no bojo deste artigo aspectos não meramente econômicos, mas também sociais, políticos, culturais, demográficos, entre outros.

Assim sendo, o Porto Seco de Dourados é, indubitavelmente, um projeto alternativo para o desenvolvimento de uma região cuja economia tornou-se deveras vulnerável por se basear apenas em duas atividades econômicas, também importantes: a agricultura e pecuária.

Contudo, o desenvolvimento de uma Região ou Estado não deve ser calcado apenas em commodities, ou seja, carnes, grãos e cereais, pois o que o mercado busca são os manufaturados, cujo valor agregado é maior. Daí a importância do Porto Seco, que servirá para atrair empresas para uma região abundante de matéria-prima, que será transformada em produtos beneficiados, cujo destino será o mercado exterior. Porto Seco: Este é o caminho!

_______________

O professor Alexandre Hamilton Oliveira Santos – M.Sc. é o coordenador do ID_CURSO de Administração de Empresas da UNIGRAN, coordenador de Estudos e Pesquisas do Instituto Teotônio Vilela do PSDB-MS e diretor-presidente da “Novos Rumos Consultoria e Assessoria em Educação Corporativa”.

Comentários

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran