Revista Multidisciplinar da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde da Unigran | ISSN-1981-3775

Os artigos deverão ser enviados, exclusivamente, por email: interbio@unigran.br

PERFIL DE ATENDIMENTOS REALIZADOS DURANTE O ESTÁGIO ATENÇÃO PRIMÁRIA DO CURSO DE FISIOTERAPIA DA UNIGRAN NO ANO DE 2017

PROFILE OF APPOINTMENTS DURING PRIMARY ATTENTION STAGE OF THE UNIGRAN PHYSIOTHERAPY COURSE IN 2017

Autores:

RODRIGUES, Jéssica Ferreira1; ATHAS, Luiza Barbosa1; SILVA, Denise Tiemi Kai1; FREITAS, Patrícia Eufrânio1; PIANCÓ, Marcos Aésio; NEVES, Lihara das; DALLAZEN, Iris1; SILVA, Janaína Menezes;2

Baixe o Artigo aqui (pdf)

Resumo:

Objetivo: O objetivo deste artigo foi realizar um levantamento de dados com relação aos atendimentos realizados durante o estágio de atenção primária do curso de Fisioterapia da UNIGRAN, durante o ano de 2017, que foram divididos em três grupos sendo setores composto pelo SAMU, Polícia Federal, Ministério Público e equipe da UNIGRAN (multimídia, núcleo de apoio e arquivo), gestantes e hidroterapia aplicada para idosos. Materiais e Métodos: Foi de natureza quantitativa, retrospectiva apresentando um corte transversal, sendo realizado com os pacientes do Estágio de Atenção Primaria á Saúde da Universidade da Grande Dourados- UNIGRAN. Resultados: Durante os 10 meses de projeto a média de atendimento do grupo da hidroterapia foi de 40,9 por mês. No atendimento das gestantes foi notado que não há um perfil patológico relacionado com as pacientes atendidas, e sim, alterações fisiológicas do processo de gravidez. Nos setores as queixas álgicas relatadas em todos os atendidos são afecções dolorosas decorrentes dos movimentos contínuos e repetitivos. Conclusão: No presente estudo podese concluir que o perfil epidemiológico dos pacientes atendidos coincide com os achados na literatura. Com esse estudo foi possível identificar as queixas que mais acometem as gestantes, idosos e trabalhadores. E deste modo fazer com que o fisioterapeuta conheça as patologias e suas peculiaridades, contribuindo então para uma melhora da qualidade de vida dos participantes dos projetos de extensão.