Presidente do CRF-MS ministra aula magna do ID_CURSO de Farmácia.

O bacharel em Farmácia e Bioquímica Antônio Paniago ministrou ontem uma aula solene à primeira turma do ID_CURSO da UNIGRAN.
Em sua primeira visita a UNIGRAN, o presidente do CRF-MS, Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul, Antônio José Paniago Neto, ministrou ontem a aula magna do ID_CURSO de Farmácia, fazendo uma retrospectiva da profissão desde os seus primórdios, na China, até os dias atuais, para mostrar que alguns fatos se repetiram, ao longo história desta Ciência, e resultaram no atual Código de Ética do profissional de Farmácia. A palestra foi bem-conceituada pelos acadêmicos e pela diretora da Faculdade de Ciências Biológicas e da Saúde, doutora Silvana de Paula Quintão Scalon, assim como pelos convidados que prestigiaram o evento, o bioquímico responsável pelo Hemocentro de Dourados, professor Roberto Alva, o presidente da Associação dos Farmacêuticos de Dourados, Racib Panage Harb, e a conselheira e o assessor técnico do CRF-MS Letícia Castelani Duarte e Gilberto Figueiredo. Antes da palestra, Antônio Paniago conheceu as principais instalações da UNIGRAN, a área de Laboratórios de Química e Biologia, e falou de suas adequações ao ID_CURSO de Farmácia. “Fiquei impressionado com a estrutura física; achei que vocês têm uma boa estrutura”, falou, acrescentando que tem confiança de que o ID_CURSO de Farmácia da Instituição será um dos grandes ID_CURSOs do Estado, “eu tenho certeza que será, pelos gestores que eu estou vendo aqui; ele vai atender a uma demanda de serviços que Dourados necessita na profissão farmacêutica”, disse. Conforme as explicações do presidente do Conselho de Farmácia, a profissão é dividida em quatro grandes áreas de especialização: Farmacêutico de Medicamentos, Farmacêutico em Análises Clínicas, Farmacêutico em Toxicologia e Alimentos e Farmacêutico em Cosméticos. “Todas são imprescindíveis para a saúde pública, sendo que o farmacêutico sai habilitado na área de Farmácia e, depois, faz uma complementação de um ano em uma dessas quatro áreas, nos moldes atuais do Ensino Superior”, explicou Paniago. Contudo - e o ID_CURSO de UNIGRAN já se adiantou ao processo, estabelecendo uma organização curricular para a formação de profissionais generalistas – essa divisão entre especialidades tende a ser menos marcada ao nível da graduação. “Existe um projeto, que já foi aprovado pelo Ministério da Educação, de que até dezembro as Faculdades de Farmácia têm que se adaptar à formação generalista; ou seja, durante o período do ID_CURSO, quatro ou cinco anos, o aluno fica apto a todas essas atividades”, esclareceu. Na aula, um dos assuntos mais abordados foi o Código de Ética, tema gerado de uma polêmica sempre viva na esfera das farmácias comuns. O que é ético e o que não é ético comercializar? Essa indagação vem desde que os alquimistas da China, passando pelos monges da Europa, começaram a vender os “espíritos” (nomenclatura em desuso para essências diversas), cascas de árvores, pequenos animais secos e endurecidos etc, como remédios para várias doenças. No século XII surge a primeira farmácia na Letônia, no Leste Europeu, que passa depois a comercializar todo ID_TIPO de mercadoria. Em 1347 foi redigida a primeira lei restringindo o que os farmacêuticos podiam e o que não podiam vender. Por períodos da história, as limitações funcionavam, mas depois a polêmica novamente ressurgia devido a motivos comerciais, principalmente. No século XIX - ao mesmo tempo em que apareceram os preID_CURSOres da moderna indústria farmacêutica, com laboratórios mais adequados e métodos científicos de manipulação, bem como a manufatura de ácidos minerais e o surgimento de preparados inorgânicos, à base de óleos essenciais, álcoois e alcalóides, que permitiram desenvolver várias drogas importantes – as farmácias vendiam bebidas, artigos de papelaria, roupas e “até remédios; nascendo daí as drugstores americanas”, frisou o palestrante. Com essas descrições, o farmacêutico Antonio Paniago chegou até os tempos atuais, em que leis mais rigorosas protegem o consumidor, penalizando os infratores. Mas ele deixou claro que há um modo de o profissional de Farmácia, qualquer que seja a especialidade, não ser cobrado pela lei. “Viver ao lado da legislação sem feri-la? Nada mais do que sendo competente. E a competência pressupõe o conhecimento do Código de Ética da profissão”, ressaltou.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran