UNIGRAN participa de evento da Embrapa para a melhoria da qualidade de vida.

Profª Zélia realizou uma sessão de Ginástica Laboral que surpreendeu os participantes pela simplicidade e benefícios que promove ao organismo.
Os professores dos ID_CURSOs de Fisioterapia, José Ronaldo Veronesi Júnior, e de Educação Física, Zélia Milani Parizotto, levaram a contribuição da UNIGRAN à “Semana da Qualidade de Vida e de Prevenção de Acidentes”, evento da Embrapa Agropecuária Oeste para a difusão de conhecimentos e informações acerca das doenças profissionais, estresse, nutrição, relacionamentos pessoais, exercícios físicos e para a confraternização entre os mais de 300 funcionários dessa unidade de pesquisa da Embrapa que fica em Dourados. As atividades da Semana iniciaram anteontem, quando o professor José Ronaldo, coordenador da Clínica-Escola de Fisioterapia, ministrou a palestra “Qualidade de Vida no Trabalho, LER e DORT – Mitos e Verdades”. O professor, que é o primeiro perito judicial fisioterapeuta do país especializado em “Lesões do Esforço Repetitivo (LER)” e “Doenças Ósteo-Musculares Relacionadas ao Trabalho (DORT)”, falou das influências da boa qualidade de vida sobre o rendimento no trabalho, assim como na vida pessoal, e esclareceu as verdades e inverdades em torno dessas doenças profissionais. “Muitas pessoas acreditam que a DORT (antes chamada de LER), não tem cura; isso é um mito, conforme o grau da doença, existe cura. Diz-se, também, que a cura de algumas doenças depende só de cirurgia e isso não é verdade. Com tratamento fisioterápico, consegue-se recuperar o paciente. Mas é preciso pensar que a doença existe e tem-se que prevenir contra ela tomando cuidados básicos”, explicou o professor Veronesi que terminou a palestra fazendo demonstrações de posturas corretas que se deve adotar em variadas situações de trabalho. Sabendo-se que a prevenção é um remédio muito eficaz contra a DORT e o estresse, a UNIGRAN desenvolve desde 1999 o “Programa de Ginástica Laboral”, do qual participam os zeladores e funcionários da Biblioteca e da Secretaria da Instituição. Nessa atividade, a professora de Zélia Parizotto administra exercícios de alongamento físico, no próprio local de trabalho, em sessões de 15 a 20 minutos. Os benefícios da Ginástica Laboral para o organismo são notáveis. “Se não realizarmos bem os gestos do dia-a-dia, a gente perde até a qualidade de vida”, diz ela contando das dificuldades que alguns participantes tinham até mesmo para levantar um objeto do chão ou escovar os cabelos. Nesta manhã, a professora Zélia Parizotto realizou os mesmos alongamentos com um grupo de sessenta funcionários da Embrapa. A maioria pensava que fazer exercícios físicos desse ID_TIPO exigia roupas e equipamentos especiais. Depois da Ginástica, eles mudaram de idéia. “Eu imaginava que era super complicado, mas é uma coisa tão simples e o efeito é imediato. A gente sente realmente que o corpo está mais à vontade, mais relaxado. Eu acho que isso é fundamental num ambiente de trabalho em que a gente fica numa postura única o tempo todo”, disse Cláudio Brigano, técnico de Segurança no Trabalho da Embrapa.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran