Lutas na pandemia é tema da Campanha Setembro Amarelo em Prol da Vida da UNIGRAN em 2021

Comissão Setembro Amarelo abre Campanha com acendimento das luzes amarelas na fachada da UNIGRAN

O suicídio é um grave problema de saúde pública mundial. Dados da Organização Mundial da Saúde – OMS – apontam que nove em cada 10 mortes por suicídio podem ser evitadas. Em ato simbólico, o curso de Psicologia da UNIGRAN iniciou a Campanha Setembro Amarelo em Prol da Vida com o acendimento das luzes amarelas na fachada da Instituição. Neste ano, o tema que será debatido é ‘Promoção à Vida: lutas na pandemia’.

Durante o mês, serão realizadas palestras e ações para levar informações à comunidade sobre a prevenção ao suicídio e promoção à vida em meio à pandemia de Covid-19. O evento é organizado pela Comissão Setembro Amarelo, formada pelos acadêmicos Lydiane Araújo Silva, Nádia Olenski Braun e Adriano Marcos da Silva, professora Kamilla Golin, juntamente com a coordenação do curso de Psicologia.

Conforme a coordenadora Ticiana Silva neste ano, a organização da Campanha se preocupou com uma questão muito específica que o mundo está vivendo: famílias com pouco ou nenhum recurso financeiro devido à crise econômica frente à pandemia. “As pessoas que têm menos recursos estão mais desprotegidas social, econômica e até mesmo emocionalmente”, disse.

A situação durante uma grave crise social é motivo de preocupação com a saúde mental da população. “A questão social é muito importante para o sujeito. Por exemplo, um pai que não consegue alimentar o filho, uma mulher que não consegue dar nenhum tipo de subsistência à sua família, que não têm uma moradia digna, são fatores de adoecimento que vão afetar de maneira direta psiquicamente na vida dessas pessoas”, ressaltou Ticiana.

“O suicídio é um tabu na sociedade”, pontuou o estudante de Psicologia, Adriano Marcos da Silva. “É importante destacarmos que as pessoas têm muito medo de falar sobre suicídio, por ser um tema doloroso, espinhoso, mas falar de suicídio é falar de possibilidades, que tem jeito sim, tem saída sim, que ninguém está sozinho nesta luta, existem instituições, pessoas e uma ciência voltada para ajudar o indivíduo. Então, falar de suicídio é promover a vida, é falar de prevenção”, enfatizou.

“É preciso olhar para o cuidado do indivíduo, o trabalho individual, mas sobretudo, é preciso olhar para o social, trabalhar para que haja políticas públicas realmente eficazes para que se promova e se salve vidas”, finalizou Adriano da Silva.

Programação

Durante todo mês acontecerá a campanha #LigaçãoDeAmor2021, os acadêmicos irão produzir arquivos de vídeos apresentando iniciativas relacionadas ao bem-estar e ao incentivo à vida durante a pandemia.  Os vídeos serão publicados nas mídias sociais do curso de Psicologia.  

No dia 24, haverá o ciclo de palestras com a presença da psicóloga Márcia Maria de Medeiros, que ministrará sobre o tema ‘Vulnerabilidades Socioeconômicas como Gatilhos para o Suicídio’, às 8h e do psicólogo Thiago Nagafuchi, com a temática ‘Pandemia e Suicídio’, às 18h30. Ambas serão via plataforma do Google Meet, com transmissão no canal oficial da UNIGRAN do YouTube.

No dia 25, terá a ‘Roda de Conversa’, das 8hs às 12h, mediada pela professora Kamilla Golin. Será um momento de bate papo sobre ‘As Mulheres e as suas Lutas na Pandemia’.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran