Pandemia aumenta oportunidades para profissionais de TI

Brasscom projetou que, até 2024, o país precisará de 420 mil profissionais de TI

 

O uso da tecnologia ampliou durante a pandemia, o que gerou um boom na profissão. Com muitos colaboradores trabalhando em home office, as empresas precisaram investir mais em tecnologia para gerenciar suas equipes e não parar o trabalho. O profissional de Tecnologia de Informação – TI – ganhou papel de destaque nesse período.

A função do TI é criar software, programas, aplicações ou aplicativos que facilitem o dia a dia e atendam as necessidades do usuário. Marcos Alves Mariano, coordenador do curso de Engenharia de Software da UNIGRAN acredita que a mudança de cenário causada pela pandemia fez surgir novas demandas dentro das instituições, tornando o profissional de TI extremamente necessário.

“Estamos cada vez mais dependentes da tecnologia e, durante a pandemia, isso ficou muito evidente. O mercado precisa de engenheiros de software para desenvolver novos sistemas para facilitar a vida das pessoas e para que possam executar melhor suas funções no trabalho. No momento o questionamento é: o que pode ser feito para mudar ou melhorar a sociedade!? Precisamos estar em constante evolução!”, afirmou Mariano.

Outro fator que colabora com o aumento das oportunidades na área, é a falta de profissionais qualificados para atender as necessidades do mercado. A Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação – Brasscom – projetou que, até 2024, o país precisará de 420 mil profissionais de TI, porém, atualmente, o Brasil forma cerca de 46 mil profissionais por ano. Marcos lembra que essa também é a realidade da região. “O mercado em si tem muito a crescer e falta mão de obra qualificada. Claro que já melhorou muito em relação aos anos anteriores, e tem mais gente atuando. Aqui no estado, por exemplo, a questão da agricultura é muito forte e a tecnologia está cada vez mais presente nos campos, precisamos de profissionais para atender esse nicho”, declarou o coordenador.

Marcos Mariano ainda destacou que o curso de Engenharia de Software prepara os acadêmicos para atender as necessidades do mercado, podendo atuar em diversas funções. “O trabalho pode ser divido por etapas e executado por profissionais diferentes. Atender o cliente e descobrir o que ele precisa, projetar e desenvolver o software, implantar o sistema na empresa e a fazer a manutenção. O curso da UNIGRAN prepara o futuro engenheiro para trabalhar em todas essas etapas, mas ele pode focar em uma só parte e se especializar nisso. A tecnologia está em constante evolução, o profissional de TI precisa se atualizar constantemente para acompanhar”, concluiu.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran