Fisioterapia traz novas perspectivas para o mercado de trabalho

Curso está entre os mais procurados do Brasil, segundo o MEC

Aulas práticas realizadas em laboratório de realidade virtual

Em 2019, a Fisioterapia comemorou 50 anos de reconhecimento da profissão no Brasil. Hoje, após cinco décadas, há 15 especialidades para o fisioterapeuta no mercado de trabalho, de acordo com o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional – Coffito. Conforme dados mais recentes do Censo da Educação Superior, divulgado pelo Ministério da Educação – MEC, o curso de Fisioterapia está entre os mais procurados do Brasil.

Os fisioterapeutas atuam de forma independente na prevenção e recuperação de pacientes de doenças e lesões, por meio de exercícios e tratamentos com aparelhos específicos. A cada ano, novas descobertas de técnicas e práticas são os verdadeiros desafios em prol do desenvolvimento contínuo da área.

Simone de Souza Elias Nihues é fisioterapeuta e coordenadora do curso de Fisioterapia na UNIGRAN, ela explica que, ao longo da formação, o acadêmico precisa adquirir competências técnicas, mas também comportamentais. “O engajamento profissional, empatia, criatividade, liderança e amor ao próximo são características fundamentais para o fisioterapeuta. Essa é uma profissão linda, que nos permite ajudar e transformar vidas”, menciona.

A realidade das novas tecnologias vem causando grande impacto na profissão, em seus mais diversos ramos do mercado. Dentro deste contexto, a coordenadora explica que existem excelentes alternativas, metodologias e aparelhos que estão revolucionando os tratamentos.

“As principais aplicações de tecnologia na fisioterapia podem ser muito interessantes, fazendo com que a adesão e os resultados dos pacientes sejam muito mais efetivos. Hoje temos a realidade virtual, a Gameterapia, o Biofeedback, a eletroterapia, o processo de monitoramento muscular, entre outros”, ressalta Simone Nihues.

Engajamento político

Durante a aula magna do curso realizada no início do mês, o presidente do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Décima Terceira Região – Crefito-13, Renato Nacer, falou sobre a inserção do fisioterapeuta no mercado de trabalho e as perspectivas futuras.

Nacer destacou a importância do engajamento político profissional. “Não conseguimos conquistar tudo sozinho, não chegamos ao sucesso ou ao fracasso sozinho, precisamos ter em algum determinado momento da nossa vida um protagonismo e assumir a nossa responsabilidade sobre aquilo que fazemos. E, enquanto profissional que pleiteia uma vaga de emprego em determinada especialidade, é preciso valorizar aquela especialidade, valorizar sua profissão. Então, é importante ter um engajamento político desde a base”, enfatizou.

Fisioterapia na UNIGRAN

Com duração de dez semestres, nos períodos integral e noturno, o curso de Fisioterapia da UNIGRAN garante uma formação ampla e completa, tanto do ponto de vista teórico quanto do prático, pois possui a ‘Clínica de Fisioterapia’, uma infraestrutura com mais de 2.000m2 equipada com piscina terapêutica, laboratório de cinesioterapia, eletroterapia, etc., além de diferentes obras na biblioteca.

A grade curricular inclui cerca de 800 horas de estágios supervisionados nas áreas de Fisioterapia Hospitalar; Fisioterapia na Saúde da Criança; Fisioterapia na Saúde da Mulher; Fisioterapia Neuro Funcional; Fisioterapia em Saúde Coletiva; Fisioterapia Respiratória e Cardiovascular e Fisioterapia Traumato-ortopedica Funcional.

Para ingresso em 2020, a Instituição oferece vagas por meio do Vestibular que pode ser agendado no site www.vestibularunigran.com.br, ou ainda com nota do Enem ou como portador de diploma. Mais informações podem ser obtidas pela fanpage no Facebook: fb.com/unigranfisio, WhatsApp (67) 99222 5948 ou no link www.unigran.br/dourados/curso/34.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran