UNIGRAN inicia aulas do Projeto de Alfabetização de Adultos.

Se você conhece alguém que ainda não saiba ler ou escrever, por favor, passe-lhe este recado. A UNIGRAN inicia o "Projeto de Alfabetização de Adultos", neste sábado, dia 2, em três localidades diferentes: BNH 4º Plano, Altos do Indaiá e no campus da UNIGRAN. As aulas e os materiais utilizados pelos alunos são fornecidos gratuitamente. Esse é um dos projetos de extensão de maior alcance social que a Instituição realiza anualmente, desde 1989, por intermédio da sua Faculdade de Educação. O Projeto é supervisionado diretamente pela coordenadora do ID_CURSO de Pedagogia, professora Iuderce Michelin de Almeida, e tem a participação de três estudantes monitoras que atuam como alfabetizadoras, aos sábados à tarde, das 13h00 às 17h00, de março a dezembro. O processo de ensino e aprendizagem é baseado no "Método de Alfabetização de Adultos", de Paulo Freire. Ou seja, as aulas são construídas a partir de palavras e temas de interesse dos próprios alunos, sem uma cartilha pré-elaborada. Contudo, tão ou mais importante que o método, para o aprendizado do aluno, é a dedicação das monitoras e professores. "É ótimo quando a gente vê uma pessoa que não sabia nada, começar a ler e a escrever. Também é muito gratificante ver a alegria deles (os alunos) por estarem na sala aula", testemunha a acadêmica de Pedagogia Lucimar Medeiros, que alfabetizou vinte pessoas no ano passado. Freqüentando-se o ID_CURSO assiduamente, o êxito é assegurado. Nesses últimos 13 anos, o "Projeto de Alfabetização de Adultos da UNIGRAN" já ensinou mais de 1.100 alunos a escrever, ler e interpretar textos. Contudo, segundo a professora Iuderce, ainda existe um grande número de pessoas em Dourados que sofrem sérios impedimentos de comunicação, como a dificuldade banal em ler um letreiro de ônibus, e estão, portanto, privadas da plena cidadania. "A pessoa não-alfabetizada vive problemas enormes em seu cotidiano que para nós são os mais simples imagináveis", declarou. Ela observa que muitos adultos se julgam alfabetizadas apenas pelo fato de conseguirem escrever o próprio nome e pelo orgulho de terem um documento assinado, em lugar das digitais do polegar. "Essas pessoas desenham o próprio nome e não são capazes de escrever uma frase sequer. Na verdade, alguém só poder se considerar alfabetizado quando consegue interpretar o que lê e domina as operações aritméticas fundamentais", esclarece a professora Iuderce Michelin. As aulas do Projeto de Alfabetização de Adultos da UNIGRAN serão no Clube de Mães "Mamãe Doleres" (Rua Abdias Frazão, BNH 4º Plano); na Loja Maçônica Ceres (Rua Eisey Fujinaka, 751, Altos do Indaiá) e no Bloco 3 da UNIGRAN (Rua Balbina de Matos 2121, Jd Universitário). As matrículas estão abertas e podem ser efetuadas em qualquer desses lugares. Informações pelo telefone 426-4646, ramal 217.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran