Hospital veterinário realiza cadastro para atender cavalos de carroceiros

Ao todo, são cerca de 200 carroceiros cadastrados na associação, que podem participar do projeto
No último dia 12, acadêmicos do ID_CURSO de Medicina Veterinária da UNIGRAN estiveram reunidos com integrantes da Associação dos Carroceiros de Dourados. O motivo do encontro foi o cadastro dos animais para receberem atendimento gratuito junto ao hospital veterinário. A ideia da parceria, que partiu dos próprios acadêmicos, já havia sido desenvolvida em anos anteriores, porém estava suspensa; agora, todos prometem empenho para dar continuidade à iniciativa. “Esse apoio é muito importante para nós, visto que o grupo de carroceiros é enorme, toda a colaboração é bem vinda”, comenta Francisco Sales de Brito, um dos integrantes da associação. Segundo ele, a UNIGRAN foi a primeira instituição que ofereceu esse ID_TIPO de auxílio à associação e a expectativa é que o projeto continue e melhore a qualidade de vida dos cavalos. Para José Aristides Alves a assistência é essencial, pois muitos proprietários possuem animais em má condição e não sabem como fazer o tratamento adequado. “O fato de podermos procurar ajuda profissional gratuitamente pode salvar muitos cavalos”, conclui ele. José ainda diz que procurou ajuda junto a outros órgãos públicos quando uma de suas criações estava doente; porém, o resultado foi a perda do animal. “Quanto mais pessoas estiverem nos acompanhando, menos sofrimento nossos animais terão”, finaliza Alves. De acordo com Josafá Freitas, um dos coordenadores da associação, há muito tempo a classe aguarda auxílio, “é uma semente que nós estamos plantando, com certeza se for encarada de forma séria, surtirá efeitos positivos”, afirma Freitas. Ele considera, ainda, que, diante dessa união, as expectativas são de seriedade, compromisso e vontade vindos de ambas as partes. Trabalho pesado Os cavalos enfrentam situações extremas com cargas de entulho, madeira e outros materiais; assim, têm um desgaste intenso que, se não tratado, pode se transformar em doenças graves. A maioria dos animais recebe medicamentos caseiros quando estão com alguma doença: receitas antigas como alho e sal para a cura de vermes. Como esse ID_TIPO de tratamento não possui eficácia, muitos animais precisam ser sacrificados, pois quando recebem atendimento, já não podem ser curados. Nágela Carla da Silva Teixeira é acadêmica do 6º semestre de Medicina Veterinária e diz que essa forma de tratar efetuada pelos carroceiros pode prejudicar seus animais, “os animais entram num estágio em que nenhum ID_TIPO de tratamento resolve”, explica. A acadêmica afirma, ainda, que espera a prosperidade do projeto, pois é uma forma de ajudar trabalhadores, que dependem de seus cavalos, e os estudantes, que podem ter uma experiência prática a partir da avaliação dos animais em questão. (LR/CM)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran