Projeto do ECA inova palestras com a implementação de música

Acadêmicos ficram animados com a idéia de montar o próprio negócio
Palestras intermediadas por músicas. É assim que os acadêmicos dos ID_CURSOs de Direito, Serviço Social e Psicologia da UNIGRAN têm desenvolvido o projeto de extensão “Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)”, com alunos do Ensino Fundamental de escolas de Dourados e região. Mais do que informar sobre os direitos e deveres dos menores, as ações do projeto têm conseguido despertar os estudantes a repensar sobre suas atitudes e se empenhar nas tarefas de sala de aula. O acadêmico João Gustavo, de Direito, é um dos inovadores que está levando violão a palestras nas escolas. Além de dar depoimento sobre “como é ser estudante universitário”, ele toca violão e interpreta diferentes ritmos musicais que tem nas letras mensagens reflexivas. A música é intermediada com as palestras para interagir os alunos, possibilitá-los a cantar e, ao mesmo tempo, conhecer o ECA de forma descontraída. “Fazemos um trabalho criativo para os alunos prestarem mais atenção no que a gente e o professor fala sobre o Estatuto”, explica João Gustavo. Outra novidade do projeto é a consolidação das ações em distritos de Dourados e cidades da região. Antes de aplicar palestras e dar depoimentos em sala de aula, os acadêmicos passam por formação sobre as leis do Estatuto. Com isso tornam-se multiplicadores dos direitos e deveres da criança e do adolescente em escolas das cidades onde residem. Robson Moraes é o coordenador do projeto. Docente da UNIGRAN e assessor jurídico da Vara da Infância e Juventude da Comarca de Dourados, conhece de perto as dificuldades que os professores enfrentam na DATA_HORA de lidar com estudantes rebeldes. Como forma de alertar os alunos sobre os direitos e deveres que eles têm, é que Robson e seus acadêmicos se dirigirem às escolas e aplicam palestras do ECA. O coordenador explica que a descontração da música não tira o objetivo do projeto: alertar os alunos sobre os seus deveres enquanto cidadãos e que estão sujeitos a medidas sócio-educativas, se cometerem delitos. Por lidar em seu cotidiano com menores infratores, Robson também relata nas escolas casos reais sobre o envolvimento e as consequências dos adolescentes no mundo do crime. O último colégio que o projeto desenvolveu palestras (dia 11 de setembro) foi o São José, de Indápolis, distrito de Dourados. As ações foram promovidas pelos acadêmicos João Gustavo, keila Araújo, Higor Penzo e Orácio Viegas, na companhia do professor Robson Moraes. Todas as palestras são requeridas pelas escolas ou agendadas por intermédio do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação (Simted). (FV)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran