Seminário debate a conquista de espaço para os indígenas

“Me formar em Pedagogia é um sonho realizado, uma vitória importante em meio a tantas lutas, numa sociedade excludente e preconceituosa. Uma benção que me foi concedida pela UNIGRAN. Uma chance foi oferecida e eu abracei a oportunidade.” A fala da professora da Rede Municipal de Ensino (REME), a indígena Simone Martins Freitas, egressa de Pedagogia pós-graduada em Educação Especial – LIBRAS, traduz o espírito do Seminário Indígena da UNIGRAN, que acontece nos próximos dias 19 e 20 de abril, com o tema “Ser índio: vencer preconceitos; superar desafios; conquistar espaços”. O evento, organizado pela pró-reitoria de Ensino e Extensão e por acadêmicos indígenas da UNIGRAN, está em sua sexta edição. “Incentivar os indígenas à formação universitária foi uma escolha natural da Instituição, que proporciona esse acesso à sociedade como um todo e, por isso, não poderia fazer diferente com os indígenas”, considera o patrono da UNIGRAN, Murilo Zauith. Ele ainda assinala que a mais de uma centena de indígenas que já passaram pelos bancos universitários em ID_CURSOs de graduação ou pós-graduação, prova “o compromisso social sem fronteiras”, assumido pela UNIGRAN. Para a Pró-Reitora de Ensino e Extensão, Therezinha Bazé de Lima, na organização do evento, “há toda uma preocupação em mostrar que o índio é um ser peculiar e que vive em conflito porque quer ser acolhido pela sociedade em sua diversidade”. Daí a importância de debater o tema e trazer à tona depoimentos daqueles que, pela formação universitária, quebraram essas barreiras. Esse é ocaso, por exemplo, de Edilaine Fernandes Moraes, formada em Pedagogia e professora da escola Tengatuí Marangatu, da aldeia Bororó. Ela considera que a “formação acadêmica na UNIGRAN não foi apenas a realização de um sonho, mas, sim, a qualificação de uma cidadã para alcançar o mercado de trabalho, que é tão competitivo. Significa que estou apta a esse emprego e preparada. E tudo graças à faculdade que fiz”. Inscrições As inscrições para o IV Seminário Indígena podem ser feitas junto à Pró-Reitoria de Ensino e Extensão, no Bloco I da UNIGRAN. Contato pelo telefone (67) 3411-4203, ou pelo e-mail secretariapre@unigran.br. (CM) Programação: DIA 19/04/2010 – SEGUNDA-FEIRA Período Noturno: 19h - Exposições de fotos, artesanatos e Cultura Indígena. 19h30 - Apresentação Cultural – Dança Indígena Intercultural organizada pelos Acadêmicos Indígenas da UNIGRAN 19h45 - Abertura Solene: Homenagens de egressos indígenas da UNIGRAN 20h15- Roda de Conversa sobre a temática SER ÍNDIO: vencer preconceitos; superar desafios; conquistar espaços. Participação: Vilmar Martins Moura Guarany - Centro Indígena de Estudos e Pesquisas – Bacharel e mestre em Direito/Brasília – Índio Guarany Fernando Souza - Coordenador do NAM Aldeia Jaguapiru, Bacharel em Administração Rural pela UNIGRAN e Pós Graduado em Metodologia do Ensino Superior – Presidente do Conselho Distrital de Saúde Indígena do Estado de MS – Índio Terena 21h15 - Mediação: Profª Drª. Marina Evaristo Wenceslau – Historiadora e Pesquisadora de questões indígena – Professora da UEMS 21h45 - Apresentação de vídeo organizado pela UNIGRAN 22h - Visita a exposição e Galeria de fotos DIA 20/04/2010 – TERÇA-FEIRA Período Noturno: 19h - Apresentação de vídeo organizado pela AJI – Associação de Jovens Indígenas 19h30 - Apresentação cultural “Grupo Tradição Terena” da Aldeia Jaguapiru 20h - Lançamento do livro: “O indígena de Mato Grosso do Sul: práticas identitárias e culturais. São Carlos: Pedro & João Editores, 2010, 146 p.”; de autoria de Vânia Maria Lescano Guerra – Professora Pós-doutorada na área de Identidade, DisID_CURSO e Cultura no IEL, UNICAMP. Atualmente é professora da UFMS – Campus de Três Lagoas/MS 20h30 - MESA REDONDA: “Inserção do índio no mercado de trabalho” Dr. Francisco das Chagas Lima Filho – Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho e Diretor da Escola de Magistratura do TRT da 24ª região Dr. Marco Antônio de Delfino de Almeida – Procurador do Ministério Público Federal Dr. Zelik Trajber – Médico Pediatra, trabalha com os guaranis-kaiovás em Dourados, M. S. Integrante da ONG Missão Kaiowá. 21h30 - Mediação: Dr. Vilmar Martins Moura Guarany - Centro Indígena de Estudos e Pesquisas – Bacharel e mestre em Direito/Brasília – Índio Guarany 22h - Encerramento DIA 22/04/2010 – QUINTA-FEIRA Período Noturno: 19h30 às 22h - Oficina de Elaboração de Projetos de Intervenção com os acadêmicos indígenas bolsistas da UNIGRAN para atuação junto as Aldeias: Jaguapiru e Bororo de Dourados/MS. OBS.: Oficina oferecida somente para os acadêmicos indígenas da UNIGRAN. Coordenação: Profa Dra. Terezinha Bazé de Lima. DIA 23/04/2010 – SEXTA-FEIRA Período Matutino: 08h - AÇÃO SOCIAL E CULTURAL À POPULAÇÃO INDÍGENA DE DOURADOS: atendimento e prestação de serviços à população indígena pelos ID_CURSOs da UNIGRAN. Coordenação: Profa MSc. Maria Claudia T. da L. Ollé. 10h - INAUGURAÇÃO DO NAM – NÚCLEO DE ATIVIDADES MÚLTIPLAS DA ALDEIA BORORÓ Coordenação: Pró-reitoria Administrativa e AMI – Amigo do Índio. 12h - Encerramento das atividades. OBS.: A programação acima está sujeita a alteração.

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran