AmI e UNIGRAN abrem as atividades no NAM Jaguapiru

Em grande confraternização, evento foi realizado para congregar famílias em atividades culturais e recreativas
Acadêmicos da UNIGRAN abriram oficialmente as atividades lúdicas e recreativas do Núcleo Atividades Múltiplas (NAM) da aldeia Jaguapiru. Com a volta as aulas, estudantes do ID_CURSO de Educação Física programaram diferentes brincadeiras no primeiro evento do ano. Mais de 200 crianças e adolescentes participaram das atividades. Desde o início do ano as portas do NAM já estavam abertas para a realização de atividades esportivas, aos finais de semana. Com a participação dos acadêmicos, que desenvolvem atividades em regime de estágio supervisionado, modalidades de futebol, vôlei e atletismo serão programadas para começar na primeira quinzena deste mês. Os estagiários são acadêmicos indígenas que estudam na UNIGRAN. Com quatro mil metros de área construída, campo de futebol, área de lazer e espaço de conveniência, o NAM Jaguapiru esteve lotado nesse final de semana. Todos os eventos são promovidos pelo Amigo do Índio (AmI), que convida os estudantes da UNIGRAN para organizar a recreação. O NAM da aldeia Bororó também retomou suas atividades. Muita música e dança ao ar livre foi o convite para atrair os adolescentes das redondezas do Núcleo. O ônibus da UNIGRAN se encarregou de buscar as crianças moradoras de localidades mais afastadas. Estudantes que não conheciam a Reserva Indígena ficaram encantados com as atividades desenvolvidas pela UNIGRAN dentro da aldeia. À tarde recreativa foi promovida pelos acadêmicos do 5º semestre de Educação Física, muitos deles participaram pela primeira vez, e gostaram. “Vejo que o NAM é o local mais atrativo e propício para reunir famílias indígenas em diferentes ações que envolvem a comunidade”, disse a estudante Tatiane Silva, que considera os indígenas bem receptivos. “Quero voltar mais vezes para passar tardes de lazer na aldeia”, declara. A acadêmica Edileuza Moreira conhece de perto a realidade dos indígenas douradenses. Neta de índios, ela é monitora de Educação Física em uma das escolas da aldeia Jaguapiru. “É muito bom ver as crianças se divertindo, todas juntas. Isso só acontece em momentos como esse”, disse. “O NAM é um espaço muito importante dentro da aldeia, pois é aqui que as crianças, adolescentes e adultos têm a oportunidade de sair da ociosidade”, destaca a acadêmica. Na tarde recreativa, as crianças menores ganharam pintura na pele, brincaram de dominó, dama, pula-corda, tênis de mesa e saltaram na cama elástica. Os adolescentes optaram pelo futebol e vôlei de areia. A discoteca reuniu na área de conveniência os adeptos da música eletrônica que dançaram em ritmo de coreografia. Foi uma festa. ATIVIDADES A partir dessa semana os NAM’s das aldeias Jaguapiru e Bororó retomam as programações culturais e lúdicas com a comunidade indígena. Na Jaguapiru serão desenvolvidas atividades de futebol, vôlei e atletismo, todas supervisionadas por acadêmicos indígenas da UNIGRAN. As mulheres terão aulas tricô, crochê e artesanato. Haverá também aulas de informática. O NAM da Bororó, considerado como centro de referência de atividades culturais da Reserva Indígena, retoma as aulas de violão e de alfabetização às mulheres. Em parceria com outras instituições, o Amigo do Índio desenvolve deferentes ID_CURSOs que visam agregar novas rendas para as famílias indígenas. (FV)

UNIGRAN - Centro Universitário da Grande Dourados
FONE: (67) 3411-4141 / Fax: (67) 3411-4167
Rua Balbina de Matos, 2121 - Jd. Universitário
CEP: 79.824-900 - Dourados/MS
Todos os Direitos Reservados

Baixe os apps Unigran